Uma novidade na 2ª edição do Campeonato Municipal de Futebol Veterano é a homenagem ao colunista e comentarista esportivo da Rede Opinião de TV, Ignácio Cressoni (Pelé Cressoni), que denominará o torneio, organizado pela Prefeitura de Araras. O prestigiado da competição iniciou a carreira nos anos 70 e também foi correspondente do jornal O Estado de São Paulo de 1990 a 2000.

“Fiquei muito feliz e emocionado com esta homenagem. É um reconhecimento de que fizemos algo de importante para a cidade. Agradeço a todos que lembraram de mim”, disse Pelé.

As inscrições para o torneio municipal seguem até o dia 27 deste mês e podem participar do campeonato amador jogadores nascidos até 1977. As fichas estão disponíveis na Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Atividades Motoras, localizada na Avenida Zurita, nº 477, no Jardim Belvedere. A inscrição é 1 kg de alimento não perecível e as doações serão encaminhadas para uma instituição de caridade de Araras.

Segundo a organização, a competição terá o mesmo formato de 2014, com turno único e todas as equipes jogando entre si. Os quatro primeiros se classificam para as semifinais do torneio.

No entanto, no dia 27 de fevereiro, acontece o congresso técnico, que irá definir o número de equipes participantes do torneio, sorteio dos grupos, regras da competição, entre outros. A reunião será realizada a partir das 19h30, no Ginásio Municipal de Esporte “Nelson Rüegger”.

A Secretaria de Esportes ressalta a importância da presença no congresso de todos os representantes dos times inscritos na disputa, com o objetivo de esclarecer dúvidas sobre a competição. A abertura do campeonato está prevista para a primeira semana de março.

Em 2014, a equipe do Grená/Nestlé foi campeã do torneio. Mais informações sobre o 2º Campeonato Municipal Veterano 2015 podem ser obtidas pelos telefones 3544-8347 e 3542-9195. (Com informações da Secom)


 

Pelé Cressoni

Pelé Cressoni é aprentador do programa Esporte em Debate, na Rede Opinião de TV.

Nascido em Araras, no dia 26 de maio de 1939, Pelé é casado com Amélia Allegretti Cressoni e pai de Wagner Ivan Cressoni e Wilson Paulo Cressoni.

Torcedor do Palmeiras, ele ingressou na crônica esportiva de Araras em 1977, como repórter da Rádio Clube Ararense, na equipe Leões da Radio, formada por Pedro Luis Carroci, Aristeu Ripp, Gonzaga Neto, Luis Carlos Moreira e Gerson Leite.

Em 1979, foi para a então Rádio Centenário, onde trabalhou com Walter Gambini, Waldemar Batistella, Nilbon Camargo Brandt, entre outros radialistas. De 1980 a 1985 passou pelas rádios Clube e Centenário, ao lado de João Morgado, Sergio Mazon, Ademir Coghi e vários colegas de imprensa.

De 1985 a 1986, foi redator chefe do jornal O Compasso, que na época fez parte do Opinião Jornal, onde ficou até 1997.  Neste caderno, era responsável pela página de esportes e criou a coluna Reminiscência, fazendo um resgate do futebol ararense. Atualmente, trabalha nos programas Fraternidade Esporte, na Rádio Fraternidade, e Esporte em Debate, na Rede Opinião de TV.

Pelo futebol ararense, Pelé foi diretor do ACD (Araras Clube Desportivo) em 1969, que disputava o campeonato Paulista da A3 na época, quando o time disputou o título com o Rio Branco de Ibitinga/SP, mas foi derrotado.

O apelido, segundo ele, apareceu muito antes do xará do Santos e atleta do século, Edson Arantes do Nascimento (Pelé). “Esse apelido é de criança. Meu tio João é que me chamava assim e acabou ficando. O Pelé do Santos nem existia nesta época”, comentou o jornalista esportivo.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*