No local, há placa alertando sobre a proibição da prática

A Prefeitura de Araras divulgou que 30 peixes foram encontrados mortos no lago localizado próximo ao Obelisco, na Praça Barão de Araras, na manhã de ontem, dia 20. Segundo a Secretaria Municipal de Serviços Públicos Urbanos e Rurais, a morte foi ocasionada por restos de comida jogados na água por pessoas que frequentam a Praça.

No local, há placa alertando sobre a proibição da prática
No local, há placa alertando sobre a proibição da prática

Equipes da pasta que estiveram no local para remover os peixes encontraram também verduras, arroz e outros alimentos no lago. “A população deve estar ciente que não é permitido, de maneira alguma, dar comida aos peixes. Esta prática pode levá-los à morte, como infelizmente aconteceu”, lamenta a secretária Sandra Helena Orzari Milaré.

Além de difíceis de serem digeridos pelos animais, os alimentos também ocasionam excesso de material orgânico, o que reduz a oxigenação da água. “Esse material acaba produzindo fungos e bactérias no lago, que também dependem do oxigênio da água para sobreviver, concorrendo diretamente com os peixes por ele”, explicou o veterinário Eduardo Canassa Castro, da Secretaria Municipal de Serviços Públicos Urbanos e Rurais.

Um funcionário da pasta, que cuida da limpeza da Praça Barão, alimenta os peixes duas vezes por dia com ração específica, que tem composição adequada para atender às necessidades nutricionais das espécies. “A alimentação é supervisionada pelo veterinário, que indica a quantidade ideal de ração que deve ser fornecida diariamente aos peixes. Qualquer outro alimento pode levá-los à morte”, reforçou a secretária.

No local, há placa alertando sobre a proibição da prática, mas muita gente ainda joga alimentos como pipoca, pão e até doces aos peixes que ficam no lago da Praça Barão de Araras.

Diariamente, a equipe de limpeza da Praça também retira sacolas e copos plásticos, tampas e garrafas pet, latas, palitos de sorvete, entre outros objetos do tanque. Lixo que também pode prejudicar a saúde dos peixes do local. “Mais uma vez, pedimos que a população colabore e não jogue alimentos e nem objetos no tanque. Ele é uma das atrações da Praça Barão e precisa ser preservado”, comentou. (Com informações da Secom)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*