Reverendo Durvalino Brocaneli enfatizou que a IEQ tem por tradição se mobilizar por grandes causas
Reverendo Durvalino Brocaneli enfatizou que a IEQ tem por tradição se mobilizar por grandes causas

O trabalho que 300 voluntários da Igreja do Evangelho Quadrangular em Araras farão contra o Aedes aegypti em dois sábados – hoje, dia 20, e 27 de fevereiro – equivalerá a 40 dias de atuação dos profissionais da atual estrutura do setor de Controle de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde. A informação foi dada pela titular da pasta, Vandersi Pavan Bressan (Vanda) durante coletiva de imprensa na manha de ontem, dia 20, no prédio de Educação da Igreja.

O prefeito Nelson Dimas Brambilla (PT – Partido dos Trabalhadores) e secretários municipais integrantes do Gabinete de Ações Especiais Contra o Aedes aegypti, além de servidores que compõem o Comitê Municipal de Combate ao Aedes estiveram no evento, assim como a presidente da Câmara Magda Celidório (PSDC – Partido Social Democrata Cristão) e os vereadores Marcelo de Oliveira (PRB – Partido Republicano Brasileiro) e Mário Corrochel Neto – Bonezinho (PP – Partido Progressista). Todos foram recepcionados pelo pastor titular da Igreja e membro do Conselho Nacional, reverendo Durvalino Brocaneli, por sua esposa, a pastora Santina Bufolin Brocaneli, e pela coordenadora do voluntariado pastoral Aldleia Brocaneli. Outros pastores da I.E.Q. e representantes dos voluntários, além da imprensa, também compareceram ao evento.

A equipe de voluntários, juntamente com os agentes de endemias da Secretaria de Saúde, estarão em grupos de três pessoas, vestidos com jalecos brancos e identificados, sendo hoje, dia 20, nas regiões sul e norte da cidade. Já no próximo sábado, o trabalho acontecerá na zona leste.

Vanda ressaltou no evento a importância da ação e do voluntariado da Igreja. “Nós estamos muito felizes, essa ajuda é valiosa para nós. E cremos que ela vai inspirar muitos outros segmentos da sociedade. O trabalho voluntário é aquele que se doa, se faz de coração aberto e gera resultados” completou.

A secretária enfatizou a relevância da mobilização deflagrada pelos membros da igreja. “Nós estamos muito felizes, essa ajuda é valiosa para nós. E cremos que ela vai inspirar muitos outros segmentos da sociedade”, falou.

Durante a apresentação da ação voluntária da I.E.Q., Vanda explicou que os voluntários da igreja deverão visitar, em cada um dos dois sábados, cerca de 10 mil imóveis, onde farão o trabalho de conscientização sobre a importância de se evitar que o mosquito transmissor da dengue, febre chikungunya e do zika vírus nasça, além de promoverem também a remoção de possíveis criadouros do vetor.

O reverendo Brocanelli afirmou que a I.E.Q., com seus mais de oito mil membros, tem por tradição se mobilizar por grandes causas. “Por isso, não paramos de crescer e fazemos ações sociais por meio da Associação Vida Nova, por exemplo, com seus projetos sociais. Não poderíamos nos omitir e deixar um mosquito nos vencer”, declarou.

De acordo com a coordenadora da ação, Aldleia Brocanelli, quando a ideia surgiu eles logo pensaram na Prefeitura porque por mais que a Igreja queira ajudar não tem legalidade para entrar nas casas e fazer a ação. “Procuramos nossos representantes para que entrassem em contato com a administração pública e a ação fosse viabilizada. Com o amparo legal e com o treinamento que recebemos, poderemos, sim, ajudar a nossa cidade a enfrentar e vencer esse desafio de saúde pública”, ressaltou.

A advogada que também é pastora explicou ainda a motivação dos voluntários no combate ao Aedes aegypti. “A I.E.Q. tem uma atuação vertical, no louvor a Deus, e uma atuação horizontal, em favor do próximo. Nosso objetivo é ajudar. Queremos dar nossa contribuição para a nossa cidade nesse momento, sem nos omitirmos”, disse.

A presidente da Câmara também enfatizou o exemplo dado pelos membros da I.E.Q. “Que ele contagie, no bom sentido, toda a nossa sociedade no combate ao mosquito. Araras agradece essa iniciativa que vocês estão tendo”, disse ela.

Já o prefeito Brambilla classificou a mobilização da I.E.Q. como histórica. “Hoje, vocês estão dando aqui uma aula de cidadania. É a Quadrangular que se levanta e diz: nós queremos ajudar, nós queremos agir pelo bem comum, de mãos dadas com o poder público no combate a esse perigo terrível trazido pelo mosquito”, disse ele.

Ainda na coletiva o prefeito Brambilla apresentou as peças da campanha publicitária da Prefeitura contra o Aedes aegypti e também o drone que será utilizado para vistoria de locais de difícil acesso em grandes alturas também foram apresentados durante o evento.

 

Índice de Breteau está em 1,1, diz Saúde

A Secretaria Municipal de Saúde informou que na última quinta-feira concluiu mais um levantamento para atualizar o Índice de Breteau, uma escala técnica utilizada para medir o grau de infestação pelo mosquito Aedes aegypti.

Segundo a pasta, o índice ficou em 1.1, mais baixo do que a expectativa da Secretaria, que era de números entre 1.5 a 1.8. Até 1, esse índice é considerado satisfatório. De 1,1 a 3,9, o índice é de alerta. E acima de 3,9, é considerado de risco.

Araras enfrentou uma epidemia de dengue com mais de 2,6 mil casos autóctones no ano passado. Até o momento, em 2016, são 19 casos confirmados, com 40 amostras de material coletado de pacientes suspeitos em exame.

Maria Gabriela Córnia (Com informações da Secretaria de Comunicação Social e Institucional)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*