Agentes de combate à dengue estão identificados com crachás, camisas brancas e coletes com o logotipo da Prefeitura

As ações de combate à dengue realizadas pela Secretaria Municipal de Saúde seguem em toda a cidade. O setor de Combate a Endemias realiza neste mês o levantamento do Índice de Breteau, que facilita o planejamento de trabalhos estratégicos para combater o mosquito Aedes aegypti, o principal transmissor da dengue. O índice é o valor numérico que mede a quantidade larvária do inseto encontrada em habitações pela quantidade total de imóveis vistoriada.

As equipes de combate à dengue já realizaram a coleta em mais de 1.200 imóveis e vêm encontrando um número elevado de larvas. “Estamos preocupados com essa situação, até porque este é um período em que o mosquito encontra condições ideais para se proliferar. Queremos que o morador se conscientize de que ele pode ter um criadouro em sua residência e que sua família seria a primeira a ser prejudicada pelo mosquito”, disse a chefe do setor de endemias, Simone Pereira da Silva.

Os trabalhos para coleta do material abrangem todo o município, que foi dividido em três áreas distintas e envolvem 1.800 residências.

Agentes de combate à dengue estão identificados com crachás, camisas brancas e coletes com o logotipo da Prefeitura
Agentes de combate à dengue estão identificados com crachás, camisas brancas e coletes com o logotipo da Prefeitura

De acordo com o Programa Nacional de Controle da Dengue, índices abaixo de 1 são considerados satisfatórios; de 1 a 3,9 significam alerta; e acima de 3,9 a situação é de risco. No último levantamento, realizado no mês de janeiro, os agentes visitaram 1.918 imóveis e, com base no material coletado, o índice foi de 1,7.

Além da coleta do material, quando encontrados criadouros do mosquito, os agentes realizam tratamento com larvicidas desenvolvidos especificamente para combatê-los em campanhas de controle de vetores transmissores de doenças de caráter endêmico.

O monitoramento do Índice de Breteau faz parte do cronograma de ações de prevenção à dengue, que envolvem ainda visitas casa a casa para eliminação de possíveis focos do mosquito, além de acompanhamento de locais estratégicos, palestras de conscientização, panfletagem e atividades educativas.

 

Agentes identificados

A Secretaria Municipal de Saúde esclarece que os agentes de combate à dengue estão sempre identificados com crachás, camisas brancas e coletes pretos com o logotipo da Prefeitura de Araras. Nas ações há sempre, também, a presença de carros adesivados da Secretaria de Saúde.

Os agentes de controle de endemias realizam o serviço de segunda a sexta-feira (exceto nos feriados), das 7 às 16 horas, e só entram nas residências acompanhados pelo proprietário do imóvel.

Em caso de dúvida, o cidadão deve entrar em contato com o Setor de Controle de Endemias pelo telefone 3543-1522. (Com informações da Secom)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*