Algumas horas a mais de sono pode ajudar no desenvolvimento estudantil

Segundo pesquisa do Instituto do Sono, realizada em 2015, 39% das crianças e adolescentes de 13 a 17 anos, do Ensino Fundamental e Médio vivem com privação de sono.

Adormecer em sala de aula é considerado preguiça e falta de respeito por professores, mas o caso pode não ser o que parece. Por não dormir o tempo suficiente, o jovem pode ficar sonolento na hora de prestar atenção na escola.

A diretora da Associação Brasileira do Sono, comenta que é preciso prestar mais atenção nesses jovens, pois a quantidade de horas de sono necessária é diferente da de adultos.

A média é de 9 horas, podendo chegar a 11 horas, dependendo da pessoa.

Mais Notícias

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*