Reforma na unidade escolar incluiu serviços como troca do telhado e areia do parquinho, melhorias na rede de esgoto, pintura geral entre outros. (Foto: César Foguel/Opinião)

Crianças eram atendidas provisoriamente nas salas de catequese da Paróquia Bom Jesus desde o mês de setembro de 2017

Os alunos da Emeief Dona Manoela Lacerda de Vergueiro enfim voltam ao prédio no Jardim Belvedere nesta segunda-feira (12), após quase 6 meses longe da “velha casa”. Até então, as crianças eram atendidas provisoriamente nas salas de catequese da Paróquia Bom Jesus.

Em 2017, a unidade escolar teve que suspender as atividades devido a infestação de escorpiões e os alunos transferidos para a Paróquia. Após algumas intervenções, o prédio passou por uma completa reforma para solucionar o problema, além de modernizar a estrutura local para o melhor desenvolvimento pedagógico dos alunos.

“O trabalho foi grande e realocamos nossas crianças sem deixar de ter a qualidade de atendimento a eles, isso foi o mais importante, mas enfim eles poderão voltar para o novo prédio, agora modernizado. A mudança já começou e tudo estará pronto na segunda-feira para recebe-los”, destacou a secretária de Educação, Mariana Mani Moura. “Em nome da Secretaria de Educação e do prefeito Pedrinho Eliseu, agradeço a Paróquia Bom Jesus, em especial ao padre José Ângelo Mirandola Bryan, que prontamente nos acolheu com muito carinho e nos cedeu um amplo espaço que contribuiu bastante com a continuidade do desenvolvimento pedagógico dos alunos”, enfatizou a secretária.

Crianças eram atendidas nas salas da catequese da Paróquia Bom Jesus, no Jardim Belvedere. (Foto: César Foguel/ Opinião)

A reforma da Emeief Manoela Vergueiro incluiu a troca do telhado, retirada de armários e forros antigos, melhorias na rede de esgoto como a colocação de válvulas de repressão hidráulica – o que impede que animais que circulam pelo esgoto voltem e subam pelos ralos. Além disso, foi realizada a substituição da areia do parquinho, pintura geral, colocação de telas de proteção de insetos e o aterramento das raízes da seringueira que existe no local com a colocação de grama na superfície. A obra foi coordenada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas.

Outras notícias

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*