Um delicado boletim de ocorrência foi realizado na Delegacia de Polícia Civil na tarde de ontem (8). Um apicultor (criador de abelhas) disse que um avião usado para pulverizar canavial na região do bairro Caio Prado, zona rural de Araras, teria lançado agrotóxico sobre suas 200 colmeias que fica nas proximidades, sendo que em 30 delas as abelhas estavam todas mortas.

O caso foi registrado na Delegacia de Policia de Araras
O caso foi registrado na Delegacia de Policia de Araras

A morte das abelhas teria ocorrido no interior do Sítio Ipiranga, e ainda segundo o apicultor, além das 30 colmeias terem sido aniquiladas, as demais também teriam sido comprometidas com a pulverização e que esse fato, inclusive, já teria ocorrido em outra ocasião também.

De acordo com o apicultor, ele só percebeu a morte das abelhas ontem, no entanto, a suspeita do lançamento de agrotóxicos sobre as colmeias teria se confirmado após os vizinhos da região terem dito que viram aviões lançarem os produtos na área nos últimos dias. A vítima ainda disse que a Polícia Militar Ambiental foi alertada sobre o acontecido, mas que até o a realização do boletim de ocorrência ainda não havia ido até o local. Já com relação à Usina, no boletim de ocorrência, não é citado nenhum nome de empresa que seria a responsável pela pulverização.

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*