Modelo do “Castramóvel” que irá atender os cães e gatos de Araras (divulgação)

O cadastro para solicitar o centro cirúrgico móvel de animais será no próximo dia 15, por meio do Fundo Nacional de Saúde

 

O prefeito em exercício Carlos Alberto Jacovetti recebeu a visita do deputado federal Ricardo Izar (PP), na manhã desta sexta-feira (8), a pedido do secretário municipal de Saúde, Luiz Emílio Salomé. E na ocasião foi anunciado que Araras contará com um “Castramóvel”, uma clínica móvel veterinária que será responsável pela realização de programas de castração no município.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, o cadastro da cidade Araras para obtenção do centro cirúrgico móvel de animais está previsto para o próximo dia 15, por meio do FNS (Fundo Nacional de Saúde). O deputado Izar foi quem indicou Araras para receber esse equipamento, a pedido do secretário Luiz Emílio Salomé.

“As nossas conversas com o deputado Izar foram iniciadas em 2017. Nelas, nós apresentamos algumas demandas oriundas da saúde, e há um mês ele nos ofereceu o serviço do programa “Castramóvel”. O centro cirúrgico móvel vai chegar a Araras devido ao recurso disponível para os deputados federais, nos quais os próprios escolhem e selecionam os municípios que tenham interesse na Unidade Móvel”, explicou o secretário de Saúde.

 

Deputado federal Ricardo  (centro) foi recebido pelo Secretário de Saúde, Luiz Emílio Salomé (esquerda) e o vereador José Roberto Apolari (direita)

Segundo Salomé, o “Castramóvel” irá ajudar muito o setor de Controle de Zoonoses da cidade. “Com a ferramenta nós enfrentaremos o problema das castrações em nosso município. Com isso, nós vamos realizar campanhas de castrações nos bairros, sem necessidade da população ir até o Canil Municipal, por exemplo”, completou.

Além do anúncio do “Castramóvel”, o deputado Ricardo Izar apresentou uma emenda no valor R$ 100 mil, que será destinada à Saúde de Araras, para manutenções de Unidades Básicas de Saúde do município. A visita no Paço Municipal também contou com a presença do vereador José Roberto Apolari.

COMPARTILHAR