Araras está entre as 36 melhores cidades com mais de 100 mil habitantes para se fazer negócios. E em 63º lugar em âmbito nacional, segundo dados da Revista Exame, edição desta semana – datada de 28 de outubro.

O dado foi divulgado pela publicação sobre cidades do interior do Estado – e do País – que oferecem condições vantajosas para a operação das empresas. Localização estratégica, índice de desenvolvimento humano, formação de mão-de-obra e outros aspectos foram avaliados, com análise da Urban Systems, consultoria que amparou o ranking publicado pela Exame.

O ranking da revista traz a lista com as 100 melhores cidades brasileiras com mais de 100 mil habitantes para se fazer negócios. Destas, 55 ficam na região sudeste, 36 em São Paulo. A segunda região do País com mais cidades na lista é a região sul, com 20 municípios, depois aparece a região centro-oeste, com 11, a região nordeste com 8 e a região norte, com 6 cidades.

 

Itens avaliados

A Urban Systems e a Exame levaram em conta diversos indicadores para formar a classificação das cidades. Foram analisados aspectos sociodemográficos, de saúde, educação, finanças, transporte e infraestrutura.

Entre esses aspectos estão, por exemplo, índice de desenvolvimento humano, índice de desenvolvimento econômico e social, número de trabalhadores formais, despesas com saúde, índice Firjan de gestão fiscal, crescimento da frota de automóveis, linhas rodoviárias com seção na cidade, etc…

A pontuação vai de zero a 30, mas a cidade que aparece em primeiro lugar em âmbito nacional, Barueri, na Grande SP, conquistou 14,99 pontos.  A segunda colocada no País, a capital federal Brasília, obteve 14,54 pontos. Araras aparece com 9,95, empatada em pontos, mas à frente no ranking de cidades como Manaus/AM, São Carlos/SP, Bauru/SP, Natal/RN, Marília/SP e Rio Claro/SP – considerando-se a lista das 100 melhores. (Confira no anexo a reprodução da tabela publicada na Revista Exame).

Também foram considerados pelos consultores da Urban Systems e pelos editores da Revista Exame, os serviços disponíveis para quem quer empreender, a legislação vigente nos municípios e o atendimento prestado a empresários em geral.

O investimento em qualificação da mão-de-obra é outro grande destaque da reportagem que acompanha a tabela das 100 melhores cidades para se fazer negócios.

Os esforços das cidades mais bem avaliadas – as dez melhores – para implantar, manter e desenvolver escolas de ensino técnico ou mesmo especializado são enfatizados como decisivos para que a cidade se credencie a receber investimentos privados.

Para o prefeito Nelson Dimas Brambilla (PT – Partido dos Trabalhadores) a aposta da cidade no esforço para implantar centros de educação profissional vai ao encontro dessa filosofia de privilegiar o conhecimento, o avanço tecnológico e a inovação para atrair empresas. “Araras é muito bem localizada, é uma cidade bem cuidada e com alto índice de qualidade de vida, algo que as empresas buscam para se instalar. Fora a questão imobiliária, já que as empresas precisam negociar áreas por vezes com preços bastante elevados, Araras faz a sua parte, já que conseguimos ajudar a viabilizar o novo Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), o Instituto Federal de Educação, agora vamos reformar o prédio do antigo Senai para instalar a Fatec (Faculdade de Tecnologia de São Paulo), enfim, temos aí um grande trabalho para consolidar a cidade como polo de formação de mão de obra capaz de fazer frente às necessidades das empresas. Isso faz a diferença agora e fará ainda mais lá na frente. Estamos no caminho certo”, avalia ele.

Reprodução da tabela publicada na revista Exame desta semana, sobre as melhores cidades do Brasil com mais de 100 mil habitantes, para se fazer negócios
Reprodução da tabela publicada na revista Exame desta semana, sobre as melhores cidades do Brasil com mais de 100 mil habitantes, para se fazer negócios (Clique na imagem para ampliar)
COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*