Simulador de impacto de acidente será instalado na Uniararas, Praça Barão e Praça Jorge Assumpção

A Prefeitura de Araras e a Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) promovem a campanha educativa sobre o uso do cinto de segurança. A ação, que acontece entre os dias 27 e 30 de agosto, envolverá a instalação de um simulador de impacto de acidentes. O equipamento consiste em um carrinho sobre trilhos, onde as pessoas irão vivenciar o que é sofrer uma batida a 5 km/h.

O dispositivo será instalado no dia 27 na FHO | Uniararas, das 9 horas às 21h30; nos dias 28 (sexta-feira) e 29 (sábado) no Largo da Basílica, na Praça Barão de Araras, das 9 às 17 horas; e no dia 30 (domingo) na Praça Jorge Assumpção, próximo ao CEU José Olavo Paganotti.

O simulador será manipulado por um promotor que irá esclarecer dúvidas e distribuir panfletos da campanha sobre segurança rodoviária aos cidadãos.

A iniciativa é promovida em todo o Estado de São Paulo pela Artesp desde janeiro, com veiculação na mídia (TV, rádio e web) e ações de comunicação ao longo das rodovias (distribuição de folhetos nas praças de pedágio, exibição de mensagens em faixas e nos painéis de mensagens das estradas).

Simulador de impacto de acidente será instalado na Uniararas, Praça Barão e Praça Jorge Assumpção
Simulador de impacto de acidente será instalado na Uniararas, Praça Barão e Praça Jorge Assumpção

A campanha também integra as ações de conscientização realizadas pelo Núcleo Técnico do Plano Municipal de Mobilidade Urbana – Planmob, composto por representantes das Secretarias de Planejamento, Gestão e Mobilidade, de Segurança Pública e Defesa Civil e do Demutran (Departamento Municipal de Trânsito).

“Dentro do plano de trabalho do Planmob existem essas ações de conscientização com grande amplitude temática. O resultado dessas experimentações da campanha realizada pela Artesp tem sido eficazes e podem servir de alerta e conscientização para a mudança comportamental dos motoristas em nossa cidade”, destacou Adriana Corsini Menegolli, diretora de projetos da Secretaria de Planejamento, Gestão e Mobilidade e integrante do Núcleo Técnico do Planmob.

O foco da campanha realizada pela Artesp são as desculpas dos usuários para não utilizar o cinto de segurança no banco traseiro. O filme da campanha publicitária destaca que o motorista apresenta várias alegações para não usar o cinto de segurança no banco de trás, como “a gente vai só até a cidade aqui do lado” ou a ideia equivocada de que “qualquer coisa, o banco da frente protege”, mas também alerta para uma importante razão para usar o cinto: “sua vida e a vida de quem você ama”.

O vídeo da campanha está disponível no YouTube. Também foi criada uma página no Facebook em que serão publicadas informações sobre o uso do cinto de segurança e promoções.

 

Importância do cinto no banco traseiro

Dados apresentados pela Artesp apontam preocupação quanto ao não uso do cinto de segurança por passageiros que viajam no banco traseiro. Segundo o balanço, nos acidentes ocorridos nas estradas paulistas entre 2012 e 2014, 69,4% dos passageiros mortos no banco de trás não estavam usando o cinto de segurança.

Outro dado preocupante aponta que 53% dos passageiros não usam o cinto no banco traseiro.

Além de ser item de segurança fundamental, o uso do cinto é obrigatório, conforme o Código de Trânsito Brasileiro. O não uso do cinto pode acarretar infração grave, gerando multa de R$127,69 por passageiro que estiver sem o cinto, além da retenção do veículo até a colocação do cinto e a perda de cinco pontos na carteira.

 

(Com informações da Artesp)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*