Camila Fernanda Bueno foi vice-campeã Brasileira de Adestramento Paraequestre. Créditos: Divulgação
Camila Fernanda Bueno foi vice-campeã Brasileira de Adestramento Paraequestre.
Créditos: Divulgação

A ararense Camila Fernanda Bueno, que teve paralisia cerebral no nascimento, foi vice-campeã Brasileira de Adestramento Paraequestre, nos dias 26 a 29 de maio, em Brasília/DF. O campeonato foi promovido pela Confederação Brasileira de Hipismo (CBH) e pela Associação Nacional de Equoterapia (Ande-Brasil).

O Adestramento Paraequestre é a 8ª disciplina esportiva da Federação Equestre Internacional (FEI), sendo praticada por pessoas portadoras de necessidades especiais(PPNE).

Camila conquistou o vice-campeonato individualmente e o vice-campeonato na categoria Estilo Livre, apresentação com música. Além de Camila, o cavaleiro, deficiente visual, Alex Oliveira ficou em terceiro lugar nas provas individuais do Campeonato.

“A Camila vem crescendo tecnicamente dia-a-dia e supera todos as limitações físicas, financeiras e de vida. Em dezembro do ano passado, ela ficou com a terceira colocação e em seis meses subiu uma posição na categoria grau III. Vamos trabalhar para conquistar o título de campeã em 2017”, destacou o professor Lucas Campagna.

A equipe, além da amazona e cavaleiro, foi formada pelo instrutor Lucas Campagna, pelo auxiliar técnico Luiz Campagna Filho e pela fisioterapeuta Talita Pio. “São dois grandes resultados na categoria Grau III para nossa hípica e para o estado de São Paulo”, comentou.

 

História

Aos 15 anos, o Alex foi atingido por um coice e ficou cego. Hoje, com 41 anos vem se destacando no adestramento paraequestre. “Moro em Morungaba. Não treinei para a competição. O Lucas (Campagna) me ofereceu cavalo em 2015 e este ano e por isso, pude participar da competição”, contou.

Camila tem 27 anos, teve paralisia cerebral e convive com as sequelas. É casada com Anderson Floriano e é a mãe da pequena Ana Júlia, que também teve paralisia cerebral. “Treino toda semana. O hipismo mudou minha vida. Fiquei muito feliz com o resultado. Agora, é treinar para o Campeonato ABHIR de Adestramento e ir melhorando para o Brasileiro do ano que vem”, contou.

 

Campeonato Brasileiro de Salto

Enquanto a equipe paraequestre se destacava em Brasília, os alunos de salto participaram do Campeonato Brasileiro ABHIR em Mogi-Mirim, no sábado, 28 de maio.

Victória Mariano, de 16 anos, assumiu a liderança do Campeonato na categoria Preliminar (60 cm). Após duas vitórias, a amazona ficou em 7º lugar e alcançou o primeiro lugar no campeonato.

Quem também subiu posições no campeonato nacional, foi Débora Baggio Carrocci, com 14 anos, a amazona está na 3ª colocação após conquistar um 5º lugar na etapa de Mogi Mirim. Débora disputa a categoria Aspirante (80 cm).

O professor Johnny Herculano da Silva, montando Mexicana da Campagna, conquistou o 3º lugar na Modalidade Cavalos Novos. E segue vice-líder no campeonato.

Também participaram da etapa Lívia Zoré de Almeira e Ana Paula MeneghettiPolizelli.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*