Equipes do setor de Controle de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde iniciam hoje, dia 4, mais uma etapa dos arrastões de combate à dengue nas regiões leste e norte. Em novembro, os agentes farão vistorias em residências e terrenos do José Ometto 1 e 2, Jardim Alto da Colina, Haíse Maria, Jardim Alvorada e Parque das Árvores.

Objetivo desta atividade é reforçar o trabalho preventivo em bairros com grande incidência de casos positivos de dengue
Objetivo desta atividade é reforçar o trabalho preventivo em bairros com grande incidência de casos positivos de dengue

O arrastão começa no José Ometto 2 nesta quarta e segue para o José Ometto 1 nos dias 5, 6 e 9. Segundo o cronograma, os agentes estão dia 11 no Alto da Colina, dia 13 no Haíse Maria e no Alto da Colina, dia 16 no Haíse Maria, dias 18, 23 e 25 no Jardim Alvorada, e dias 27 e 30 no Parque das Árvores.

Durante os arrastões, as equipes recolhem objetos que possam acumular água e servir como criadouro do mosquito aedes aegypti, principal transmissor da doença. Além disso, os agentes também orientam a população sobre os riscos da doença e as formas de prevenção.

O objetivo desta atividade é reforçar o trabalho preventivo em bairros com grande incidência de casos positivos de dengue ou grande incidência larvária.
O combate à dengue é uma ação constante da Secretaria, mas toda a população também deve contribuir com ações preventivas, que impeçam a proliferação do mosquito e, consequentemente, novos casos da doença.

“Estamos intensificando ainda mais os arrastões e, até o final do ano, queremos cobrir boa parte da cidade. Sempre é importante lembrar que a população deve colaborar com os agentes de controle de endemias, permitindo que eles entrem nas residências e, se possível, separando antecipadamente todo material inutilizável, como latas, garrafas, pneus, lonas, vasilhas e tambores”, detalhou a chefe de Divisão de Endemias, Simone Pereira da Silva.

 

Sintomas da dengue

Pessoas com sintomas como febre alta (39° a 40°C), seguida por dor de cabeça, no fundo dos olhos e nas articulações, mal estar generalizado, náuseas, vômitos e petéquias (manchas avermelhadas) no corpo devem procurar a unidade de saúde mais próxima.

Em caso de dúvida, a população também pode entrar em contato com a equipe da Divisão de Controle de Endemias, que funciona no CS 2 Dr. João Geraldo Noronha, junto à Secretaria de Saúde, pelo telefone 3543-1522.

 

Programação dos arrastões da dengue em setembro

Dia 4 – José Ometto 2

Dias 5, 6 e 9 – José Ometto 1

Dia 11 – Alto da Colina/Hase Maria

Dia 16 – Haíse Maria

Dias 18, 23 e 25 – Jardim Alvorada

Dias 27 e 30 – Parque das Árvores

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*