Durante o período em que a escola esteve fechada, foram realizadas várias ações como limpeza e dedetização do local
Durante o período em que a escola esteve fechada, foram realizadas várias ações como limpeza e dedetização do local
Durante o período em que a escola esteve fechada, foram realizadas várias ações como limpeza e dedetização do local

As aulas na Emeief Dona Manoela Lacerda de Vergueiro, localizada no Jardim Belvedere, retornam amanhã (16). O atendimento aos alunos da unidade estava suspenso desde o último dia 3, após medidas preventivas adotadas pela Secretaria Municipal de Educação devido à aparição de escorpiões no local.

A retomada das aulas foi decidida durante reunião entre autoridades do município e pais de alunos realizada na última sexta-feira (11), nas dependências da escola. Na ocasião estiveram presentes o prefeito Pedrinho Eliseu (PSDB); a secretária de Educação, Mariana Mani Moura; o presidente do Saema (Serviço de Água e Esgoto do Município de Araras), Rubens Franco Júnior; além da diretora do Departamento de Meio Ambiente, Raquel Eliana Metzner, e a coordenadora do setor de Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, Margareth Pagotti.

Durante a reunião foram apresentadas aos pais as medidas tomadas pela administração para solucionar o problema. “Nestes dias foram realizados diversos trabalhos como ralos tapados e encanamentos dedetizados, limpeza interna e externa, vedação e concretagem de buracos de postes e fiações entre outros”, explicou Pedrinho Eliseu. “Reforço ainda que outros serviços serão feitos para garantir a segurança das crianças e funcionários, como a vistoria diária antes do início das aulas, a troca da areia do parquinho e também a soltura de galinhas D’Angola em períodos controlados, pois as mesmas são predadoras naturais dos escorpiões”, completou.

O prefeito ainda ressaltou aos pais que o problema não tem ocorrido apenas na unidade. “Não nos cabe rotular a escola como foco do problema, pois isso tem acontecido na cidade inteira e também em outros municípios do Estado de São Paulo. Desde o início destes fatos nós temos trabalhado para resolver a situação com prioridade. Como ser humano e não só como prefeito, penso que seria trágico se algum acidente acontecesse com as crianças que aqui estudam”, reforçou.

Já coordenadora do setor de Vigilância Epidemiológica, Margareth Pagotti, explicou que a aparição de escorpiões não ocorreu apenas na unidade escolar, mas também em outras localidades do município e ainda reforçou que outras providências serão tomadas para conter o problema. “Fizemos toda a limpeza nos arredores do parque infantil e agora vamos realizar buscas em residências nas proximidades e se houver a necessidade faremos a limpeza. A falta de chuva e quintais sujos favorecem o aparecimento destes animais”, frisou Margareth.

Durante a reunião, o prefeito Pedrinho Eliseu esclareceu dúvidas e ouviu sugestões dos presentes. Além disso, os pais e responsáveis receberam folhetos informativos. (CF)

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*