As operações acontecem diariamente em vários pontos da cidade de Araras, principalmente em locais com maior fluxo de veículos.
As operações acontecem diariamente em vários pontos da cidade de Araras, principalmente em locais com maior fluxo de veículos.

Segundo balanço da Secretaria Municipal de Segurança Pública de Araras, aproximadamente 750 pessoas foram flagradas dirigindo sem habilitação em 2015. Outro balanço aponta que a Guarda Municipal em conjunto com a Polícia Militar realizaram em 2015, 600 operações de prevenção e repreensão ao crime.

“Os números de autuações nesses bloqueios também são de pessoas que dirigem alcoolizadas, quase que diariamente nós temos pessoas embriagadas ao volante. E muita gente sem habilitação, principalmente motociclistas. No ano passado, foram aproximadamente 750 pessoas que foram flagradas dirigindo sem habilitação. Esse ano diminui o número até porque as operações continuam”, relata o Secretário de Segurança Pública de Araras, João Tranquillo Beraldo.

Ainda de acordo com o secretário, muitos munícipes acreditam que as operações de bloqueio, conhecidas popularmente como – comandos ou blitz- são focadas somente no trânsito, mas se torna também uma atividade preventiva do crime.

“Quando se tem fundada suspeita de algum motociclista ou motorista, eles também são parados e as pessoas são identificadas. No ano passado, nós tivemos pela Guarda Municipal, cinco ocasiões de pessoas que estavam com mandados de prisão em aberto e foram presas”, destaca o General Beraldo.

Nessas operações da GM realmente são os motociclistas os mais parados, isso porque, segundo o secretário Beraldo, “O maior número de crimes e assaltos são praticados por elementos que ocupam as motocicletas”.

Além disso, o secretário também informou que as rondas comunitárias serão intensificadas este ano, principalmente em bairros novos onde não há muitas residências, sendo assim, local visado por infratores da lei.

“A GM cumpre um papel muito importante na segurança pública, e nós estamos no limite de nossa capacidade operacional. Nessas operações de bloqueio ou essa saturação de viaturas entrando num bairro onde tem mais incidência de furto, particularmente, acontece todos os dias, até mais que uma vez ao dia”, finaliza Beraldo.

Importante salientar que a atuação da Polícia Militar, bem como da Guarda Municipal é feita em termos de gestão pública. Semanalmente, eles recebem relatórios de atividades criminais no qual se levantam todos os delitos que foram cometidos. Bem como os bairros, horários e dias da semana, para que assim possam intensificar a segurança nesses locais.

(Gabriela Grigoletto)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*