Mais um assalto com explosão à caixa eletrônico aconteceu em Araras, dessa vez o alvo foi a multinacional Nestlé. Sete bandidos, fortemente armados, levaram cerca de R$93 mil após explodirem um caixa eletrônico do Banco Santander, localizado no interior da empresa. Na fuga, os bandidos trocaram tiros com a Polícia Militar, mas aparentemente ninguém ficou ferido na ação e os bandidos conseguiram fugir.

A ação criminosa aconteceu por volta das 4h25 da madrugada de ontem, dia 30, e durou cerca de 10 minutos. Conforme informações de testemunhas no local, os bandidos usavam roupas escuras e estavam encapuzados, com coletes à prova de bala e armados com fuzis. Eles renderam os vigiais que estavam na guarita, dando inclusive, um tiro de fuzil para o alto no intuito de amedrontar as testemunhas.

O sistema de vigilância com câmeras registrou os bandidos explodindo o caixa eletrônico. Houve a necessidade de duas explosões, já que na primeira oportunidade não houve sucesso com o uso de um explosivo, entretanto na segunda chance, já com a instalação de dois explosivos, os bandidos conseguiram levar o dinheiro.

Foram necessárias três explosões para que os criminosos conseguissem levar o dinheiro do caixa eletrônico
Foram necessárias três explosões para que os criminosos conseguissem levar o dinheiro do caixa eletrônico

Embora a ação criminosa tenha sido veloz, as explosões puderam ser ouvidas até por moradores de bairros vizinhos, o que chamou a atenção de uma viatura da PM que realizava um patrulhamento no bairro Vila São Jorge. Com o forte barulho, os policiais se dirigiram até o local, e no caminho obtiveram a informação de que possivelmente seria um assalto à caixa eletrônico e que os bandidos estavam fortemente armados.

Aconselhados a serem cautelosos pelo comando, os PMs se posicionaram na saída da empresa para tentar surpreender os bandidos, entretanto durante a fuga em alta velocidade de um dos carros dos criminosos houve troca de tiros.

De acordo com os policiais, uma caminhonete passou em alta velocidade pelos policiais efetuando disparos em suas direções, e a polícia revidou. Ainda conforme apurado pelos PMs nenhum disparo atingiu a viatura, porém não conseguiram visualizar se os tiros contra os bandidos os atingiram. Após a troca de tiros os criminosos conseguiram despistar os PMs e fugiram em direção às rodovias, ou a Wilson Finardi (SP-191) que liga Araras a Conchal/SP ou a Anhanguera (SP-330) nos sentidos ou São Paulo/SP ou Ribeirão Preto/SP.

No registro da ocorrência realizado na Delegacia de Polícia Civil de Araras, consta que uma capsula de fuzil calibre 5.56 foi encontrada e recolhida pela perícia criminal no interior da empresa e a munição que possivelmente foi a do disparo para o alto. Também foi registrado no B.O. que os policiais efetuaram 21 tiros contra os criminosos, sendo 15 de uma pistola .40 e seis de um fuzil também calibre 5.56.

Segundo uma das gerentes do banco Santander a quantia levada pelos criminosos poderia até ser maior que R$93 mil, já que no dia anterior a agência havia depositado R$140 mil no caixa, porém essa diferença foi sacada pelos funcionários da Nestle horas antes do assalto.

 

Caixas eletrônicos são alvos de bandidos com frequência em Araras

Em março desse ano, cinco bandidos, também fortemente armados, invadiram a fábrica DPA (Dairy Partners Americas) e explodiram dois caixas eletrônicos e levaram parte do dinheiro, quantia estipulada em torno de R$ 248 mil. Ninguém ficou ferido.

Conforme o registro policial da época, os homens estavam armados com fuzis, coletes à prova de balas e encapuzados. Enquanto parte da quadrilha ficou do lado de fora do estabelecimento dando cobertura, os outros ladrões entraram de carro e foram até a agência bancária para realizar a explosão, no local também renderam os funcionários.

Ainda segunda a Polícia, o roubo de aproximadamente R$ 250 mil poderia ter sido maior. “Os caixas foram abastecidos na última sexta-feira, dia 27, com cerca de R$ 275 mil e recuperou-se da explosão entre R$ 26 mil e R$ 26,8 mil, entre notas íntegras e notas queimadas. Então calculou-se que a quadrilha conseguiu levar entre R$ 248 mil e R$ 250 mil”, contou época o delegado Tabajara Zuliani em entrevista ao Opinião Jornal.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*