Buscas aconteceram durante todo o fim de semana

Inicialmente a notícia era de que três pessoas tinham se afogado no local, o que depois se relevou um boato. Vítima morava no Distrito Industrial III.

Um banhista desaparecido desde a tarde do último sábado, dia 10, foi resgatado somente na manhã de ontem, dia 12, morto, na Lagoa Tanque dos Mendonça, entre os bairros Caio Prado e Marimbondo, na Zona Rural, após várias buscas realizadas pelo Corpo de Bombeiros. A vítima é Joelson Luiz de Jesus da Silva, de 30 anos, que trabalhava como lavrador.
Conforme apurado por policiais militares, o cunhado da vítima relatou que Silva nadava no lago até que veio a se afogar, e que como nenhum dos presentes sabia nadar, não entraram na água para auxiliar no socorro da vítima, sendo acionado o Corpo de Bombeiros em seguida.
Segundo o delegado Fernando Gonçalves Sales, responsável pelo registro do caso, a vítima estava juntamente com seus familiares no local. “Conversei hoje (ontem) com a família dele. Eles disseram que foram até este lago por volta das 10 horas para passar momentos de recreação, e inclusive levaram até uma churrasqueira, e que pretendiam ir embora às 13 horas”, afirmou.
Pms relataram no boletim de ocorrência do caso que inicialmente a notícia recebida pelos bombeiros no sábado era sobre o afogamento de três pessoas. Uma testemunha que estava no local disse que primeiramente ocorreu o afogamento de uma criança e que em seguida um adolescente tentou salvá-la, e também acabou se afogando. Ainda na ocasião uma terceira pessoa adulta também teria se afogado junto.
A reportagem apurou que cerca de cinco bombeiros, além de um oficial de Piracicaba/SP, atuaram no resgate com equipamentos de mergulho e uma lancha inflável. Logo na ocasião os bombeiros iniciaram buscas por todo o lago a procura dessas supostas três pessoas, que só cessaram temporariamente no final da tarde do domingo, dia 11, e foram retomadas logo no início da manhã de ontem, até que o corpo de Silva foi encontrado por volta das 8 horas.
Para os pms o cunhado de Silva não confirmou o afogamento das outras duas supostas vítimas. “Com isso, acreditamos que esse suposto afogamento dessas outras duas pessoas seja apenas um boato. Acontece que pouco antes da vítima se afogar chegaram ao local mais cerca de dez pessoas em um veículo Saveiro, sendo que boa parte delas também entrou na água”, afirma o delegado Fernando. “Foi neste momento que a vítima entrou de novo na água e veio a se afogar. Como as demais pessoas foram embora logo depois, surgiu a notícia de que outros dois teriam também se afogado, o que não foi confirmado, por isso encaramos como um boato”, diz.
No local estiveram peritos do IC (Instituto de Criminalística), e o corpo de Silva foi encaminhado até o IML (Instituto Médico Legal) para os exames necessários. A vítima era solteira e morava na avenida Flamboyant, 550, no Distrito Industrial III. Ele será sepultado hoje, dia 13, às 8 horas, no Cemitério Municipal de Araras.

Crédito: divulgação/PM

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*