Projeto segue para análise Crédito: Assessoria
Projeto segue para análise
Crédito: Assessoria

O vereador Mário Corrochel Neto – Bonezinho (PTB – Partido Trabalhista Brasileiro) protocolizou nesta semana, na Câmara Municipal, o Projeto de Lei que institui no município de Araras a “Semana Municipal de Prevenção a Violência contra Mulher”.

Se aprovado o projeto, a Semana Municipal de Prevenção a Violência Contra a Mulher será celebrada todo ano, na última semana do mês de novembro, mês em que se comemora no dia 25, o Dia Internacional de Combate a Violência contra a mulher, e tem o objetivo de fomentar a realização de eventos, bem como ações socioeducativas e preventivas no combate à violência contra mulher.  “Apesar de ser um crime e grave violação de direitos humanos, a violência contra as mulheres segue vitimando milhares de brasileiras reiteradamente todos os dias. Acredito que a conscientização dos direitos das mulheres e a educação social desde a infância sejam a solução para que estes crimes se tornem cada vez menos comuns, e as mulheres sejam cada dia mais respeitadas desde dentro do seu lar, como em qualquer outro local que estejam”, declara o vereador.

Dados

Segundo dados divulgados no Balanço dos atendimentos realizados de janeiro a outubro de 2015 pela Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180, da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República: 38,72% das mulheres em situação de violência sofrem agressões diariamente; para 33,86%, a agressão é semanal. No Brasil são realizadas em media 63.090 denúncias de violência contra a mulher por ano – o que corresponde a um relato a cada 7 minutos no País.  Já no Estado de São Paulo registra-se, em média, um novo caso de violência contra a mulher a cada quatro minutos, segundo dados do Boletim Estatístico Eletrônico, administrado pela Secretaria da Segurança Pública do Estado.

“Instituir a Semana Municipal de Prevenção a Violência Contra a Mulher é dar a oportunidade das mulheres conhecerem seus diretos, e colocá-los em prática, exercendo sua liberdade, e também mostrar o compromisso do município em apoiar, conscientizar e lutar contra esse tipo de violência. A educação preventiva é a melhor forma de lutar contra este mal que atinge todas as esferas da nossa sociedade, e que ainda é tratado de forma tão subliminar”, finaliza Bonezinho.

Agora o Projeto segue para análise e votação em plenário, onde se espera contar com o apoio dos nobres pares, para que a semana municipal de prevenção a violência contra a mulher seja instituída em nossa cidade, ajudando através da educação preventiva no combate a este tipo de violência.

(Gabriela Grigoletto com informações da assessoria)

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*