Administrador da empresa Rio Novo Construções, Adriano Agostinho ouviu do prefeito Brambilla reivindicação de que empresa cumpra prazos e construa quatro escolas com qualidade

O prefeito de Araras Nelson Dimas Brambilla (PT – Partido dos Trabalhadores) entregou ordens de serviço a empreiteiras que serão responsáveis pela

Administrador da empresa Rio Novo Construções, Adriano Agostinho ouviu do prefeito Brambilla reivindicação de que empresa cumpra prazos e construa quatro escolas com qualidade
Administrador da empresa Rio Novo Construções, Adriano Agostinho ouviu do prefeito Brambilla reivindicação de que empresa cumpra prazos e construa quatro escolas com qualidade

execução de quase R$ 10 milhões em novas obras, sendo a maioria em novas escolas. A entrega foi realizada durante a coletiva de imprensa/ato público, que aconteceu na manhã de ontem, dia 8, no Paço Municipal.

De acordo com a Prefeitura, o pacote de obras, financiadas com recursos federais, estaduais e contrapartida municipal, inclui a construção de quatro novas escolas, sendo três creches nos bairros Jardim das Nações 2, Jardim Dalla Costa e Residencial Warley Colombini. Já a outra instituição, destinada para o ensino fundamental, será construída no Jardim Esmeralda.

No entanto, neste conjunto de obras liberadas durante a coletiva está também a revitalização completa do Centro Esportivo “Ruy Branco de Miranda”, que fica na divisa do Parque das Árvores com o Jardim Alvorada. Além disso, está inclusa a obra de melhorias na drenagem de águas pluviais do Distrito Industrial 5, às margens da Via Anhanguera.

As empresas que receberam ordens de serviço para as obras foram: MG Empreiteira e Construtora Ltda, de Araras; Oliveira & Dias Construção e Saneamento Ltda, EPP e Rio Novo Construções e Soluções Urbanas Ltda, de São Paulo. Vale ressaltar que estas empresas foram as vencedoras dos processos licitatórios da Prefeitura Municipal.

 

R$ 5,3 milhões em 3 novas creches

Cada nova creche custará R$ 1.781.074,87 e terá capacidade para atender 150 crianças de zero a três anos. As unidades terão 813,78 m². Os prédios serão compactados, em um só bloco, diminuindo o custo final da obra, e atendendo às normas da legislação quanto à acessibilidade, bem como quesitos de sustentabilidade. As unidades contarão com aquecimento solar, salas de múltiplo uso para inclusão digital, fraldário, cozinha, playground, refeitório, lavanderia e uma área externa possibilitando aulas de teatro, dança, entre outras atividades de recreação.

 

Escola de 1º ao 5º ano na zona norte

No Jardim Esmeralda, zona norte, ao custo de R$ 3,5 milhões, será construída mais uma escola de ensino fundamental. “Essa unidade de ensino atenderá 360 alunos do 1º ao 5º ano, em período integral”, disse a secretária de Educação. A nova escola ficará na rua Emílio Pacagnella e contará com 12 salas de aula, áreas de lazer, laboratórios, quadra coberta, refeitório amplo que funciona como auditório, salas de administração bem como todas as dependências de apoio. Os recursos De Para Desenvolvimento da Educação).

No entanto, nas quatro unidades de ensino, a cidade dará sua contrapartida assegurando os serviços de terraplenagem para as construções.

 

Grama sintética no Ruy Branco de Miranda

A revitalização completa do Centro Esportivo “Ruy Branco de Miranda” compreenderá intervenções nos mais de 21,7 mil m² do complexo, que terá toda a grama do campo substituída por grama sintética, item inédito em obras públicas municipais. Os quiosques reformados, a rampa de skate recuperada, vestiários e outras dependências completamente reformados. A obra custará R$ 660.258,03, em recursos do próprio município.

 

Melhorias no Distrito Industrial 5

Ao custo de R$ 588,3 mil, serão realizadas obras de melhorias para o sistema de drenagem de águas pluviais do Distrito Industrial 5. O objetivo é

Administrador da Rio Novo, Adriano Agostinho, da Oliveira & Dias, Sebastião Divaldo Cardoso de Oliveira e Geverson Rodrigo, da MG, com o prefeito Nelson Dimas Brambilla e o secretário de Planejamento Fábio Franco
Administrador da Rio Novo, Adriano Agostinho, da Oliveira & Dias, Sebastião Divaldo Cardoso de Oliveira e Geverson Rodrigo, da MG, com o prefeito Nelson Dimas Brambilla e o secretário de Planejamento Fábio Franco

garantir condução de forma segura das águas pluviais provenientes do distrito até o Córrego do Facão. Também será executado um canal retangular em concreto armado com 270 m de comprimento, 2,20 m de largura e 2,00 m de profundidade, composto sistema de drenos laterais e de fundo e dissipador de energia em enrocamento de pedra arrumada com 6,00 m de comprimento por 8,00 m de largura.

Serão executadas caixas coletoras de águas pluviais em concreto armado com dimensões de 2,60×2,60×4,20m e 2,60×4,80×6,00 m (largura, comprimento e profundidade respectivamente) e a sua devida interligação com tubos de concreto armado de 1500mm. O prazo de conclusão das obras é de três meses e os recursos são oriundos de financiamento do governo estadual, através da Desenvolve SP.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*