Quase 450 mil brasileiros tiveram dados do Facebook utilizados indevidamente pela Cambridge Analytica

A consultoria se apropriou de informações da rede social para influenciar a opinião pública na eleição de Donald Trump, em 2016.

As informações foram divulgadas pelo próprio Facebook, que admitiu falhas na segurança dos dados.

A empresa de Marck Zuckerberg também divulgou os locais mais atingidos pela invasão das contas.

Foram 87 milhões de usuários, a maior parte – 70 milhões – nos Estados Unidos. Filipinas, Indonésia e Reino Unidos somaram 1 milhão. O Brasil está entre os 10 territórios que sofreram queda de sigilo.

O próprio fundador do Facebook, Zuckerberg assumiu a responsabilidade pelo vazamento das informações e admitiu a primeira revisão da política de privacidade da rede em três anos.

Mais Notícias

COMPARTILHAR