Cristiano Amon, CEO da Qualcomm, anuncia fábrica de chips em Campinas (Foto: Marcelo Brandt/G1)

Parceria entre duas gigantes de tecnologia trará ao Brasil em março uma fabrica de chips para smartphones e internet das coisas, que é uma novidade no mundo

O acordo de 200 milhões de dólares em investimentos foi feito entre a americana Qualcomm e a taiwanesa USI. A área em que a fábrica ficará na região de Campinas ainda não está definida, mas a estimativa é que a planta comece a operar em 2020.

“Esta é uma prova de confiança no país”, comenta o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, que esteve na assinatura desta união.

Na fábrica será desenvolvido um módulo que contém toda a eletrônica presente em um smartphone, pois já agrega em um só componente mais de 400 elementos eletrônicos que executam funções diferentes de um aparelho celular.

Entre as atividades executadas pelo chip, há desde a identificação da radiofrequência até as capacidades de GPS. As duas empresas esperam criar entre 800 e mil vagas de emprego.

Mais Notícias

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*