Vereador Breno Cortella, com o aviador ararense José Mauro Chiaradia são recebidos pela vice-prefeita de Rio Claro e Secretária de Planejamento Olga Salomão e pelo secretário de Governo de Rio Claro, Marcos Pisconti Machado.

O vereador Breno Zanoni Cortella (PT – Partido dos Trabalhadores) se reuniu ontem, dia 3, com a vice-prefeita e secretária de Planejamento de Rio Claro, Olga Salomão e com o secretário de Governo de Rio Claro-SP, Marcos Pisconti Machado, para tratar sobre perspectivas do Aeroporto Municipal de Araras. O encontro aconteceu na cidade vizinha.

Breno afirmou que o objetivo da reunião foi conhecer o projeto de aeroporto regional que vem sendo desenvolvido em conjunto pelos municípios de Rio Claro, Piracicaba, Iracemápolis e Limeira, visando atender as 22 cidades do Aglomerado Urbano de Piracicaba. Breno também quis saber sobre os procedimentos adotados pela vizinha cidade junto ao Governo Federal.

Rio Claro está incluída no programa de construção e reforma de aeroportos anunciado pela presidenta Dilma Rousseff (PT), por meio da Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República (SAC-PR). A área já foi declarada como de utilidade pública pelo prefeito rio-clarense Palmínio Altimari e os recursos serão provenientes do orçamento da União.

Breno explicou que pôde conhecer as medidas que foram adotadas por Rio Claro desde 2010. “Pude entender os caminhos e os objetivos que motivaram a administração de Rio Claro, o que nos ajuda na discussão sobre o destino do nosso aeroporto”, disse o vereador.

O vereador afirmou ainda que em alguns pontos a situação de Araras é diferente. “Aqui já temos um aeroporto asfaltado e com boa localização. Lá será feita a construção de um novo, com uma perspectiva regional forte que nós não podemos ignorar, pelo contrário, temos que acompanhar de perto em prol de toda a região”, argumentou.

Breno tem acompanhado o debate promovido pela Prefeitura sobre a concessão do Aeroporto Municipal de Araras “Armando Américo Fachini”, que tem edital disponibilizado para consulta pública até o dia 09 de março. “Devido aos estudos prévios que foram feitos em Rio Claro também tive mais informações sobre as possibilidades de concessões e parcerias público privadas”, afirmou o vereador.

Breno esclarece sobre as possíveis perspectivas para o aeroporto municipal. “As pessoas pensam automaticamente em transporte de passageiros, lembram de Cumbica, Congonhas e Viracopos, que são terminais de grande porte. Mas não é o caso. Temos vários outros exemplos de municípios que tem aproveitado a expansão da aviação executiva, de pequeno porte ou até de cargas, para o desenvolvimento econômico, gerando riqueza e empregos”, asseverou.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*