Acampamento Esperança está localizado na zona rural de Araras (região da antiga Estação de Remanso)
Acampamento Esperança está localizado na zona rural de Araras (região da antiga Estação de Remanso)

De 25 de março a 5 de abril, na Secretaria Municipal de Habitação, será realizado o cadastramento das famílias do Jardim Esperança. O levantamento dos moradores será apresentado à SPU (Superintendência do Patrimônio da União) de São Paulo, visando a cessão da área onde está localizado o acampamento, na zona rural (região da antiga Estação de Remanso).

A ação municipal será das 8h às 16h, na Secretaria de Habitação, que fica na praça Monsenhor Quércia – Casarão da Cultura. No cadastramento não será analisado quem tem direito a um lote de terra no acampamento; a intenção é apenas tomar conhecimento das famílias que moram no local.

“Nestes dias serão apresentados os documentos das famílias que estão residindo no acampamento, aproximadamente 80. Não haverá uma análise de conteúdo, apenas um cadastramento específico de quem mora lá. Além da apresentação da lista de documentos, que será divulgada em breve à associação de moradores do acampamento, será assinado um termo de responsabilidade na questão de declarações. É importante deixar claro que esse cadastramento não é uma análise de quem tem ou não direito, é um levantamento que será repassado à SPU e, futuramente, termos a doação efetiva da área”, explicou o secretário municipal de Habitação, Felipe Castro.

Cessão do imóvel adiantada

No dia 19 de fevereiro os secretários municipais de Habitação e da Justiça, Felipe Castro e José Carlos Martini Júnior, juntamente com os integrantes do acampamento Esperança, compareceram à SPU (Superintendência do Patrimônio da União) de São Paulo para verificar o andamento da cessão da área onde está localizado o acampamento. “A reunião na SPU foi bem produtiva. A parte da transferência da cessão provisória do imóvel já está bem adiantada e agora há questões burocráticas a serem resolvidas. Por esse motivo é que iremos realizar os cadastros das famílias”, finalizou Castro.

Outras informações sobre o cadastramento dos moradores do Jardim Esperança podem ser obtidas pelo e-mail contato@emhaba.com.br.

Mais notícias

COMPARTILHAR