Depois da mobilização para prevenção ao câncer de mama, conhecida como Outubro Rosa, agora o alvo são os homens. Novembro é internacionalmente dedicado às ações relacionadas à prevenção ao câncer de próstata e à saúde masculina.

A campanha Novembro Azul visa a conscientização sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata. A Secretaria Municipal de Saúde estará distribuindo em todos os postos de saúde folhetos explicativos, além de incentivar os homens a fazer o exame que pode detectar a doença. “O câncer de próstata é o sexto tipo mais comum no mundo e o de maior incidência nos homens. Além disso, sabemos que ele não costuma apresentar sintomas, por isso é importante que a partir dos 40 anos seja feito o exame preventivo”, comentou  o enfermeiro do Núcleo de Apoio à Educação e Saúde Edson Roberto Muniz.

Cerca de três quartos dos casos no mundo ocorrem em homens com mais de 65 anos. Quando diagnosticado e tratado no início, o câncer tem os riscos de mortalidade reduzidos. No Brasil, é a quarta causa de morte por câncer e corresponde a 6% do total de óbitos por este grupo.

 

Prevenção

A próstata é uma glândula que só o homem possui, localizada na parte baixa do abdômen. Situa-se logo abaixo da bexiga e à frente do reto. A próstata envolve a porção inicial da uretra, tubo pelo qual a urina armazenada na bexiga é eliminada. Ela produz cerca de 70% do sêmen, e representa um papel fundamental na fertilidade masculina.

Uma dieta rica em frutas, verduras, legumes, grãos e cereais integrais e com menos gordura, principalmente as de origem animal, ajuda a diminuir o risco do câncer. Especialistas recomendam pelo menos 30 minutos diários de atividade física, manter o peso adequado à altura, diminuir o consumo de álcool e não fumar.

Homens a partir dos 40 anos devem procurar um posto de saúde para realizar exames de rotina. Os sintomas mais comuns do tumor são a dificuldade de urinar, frequência urinária alterada ou diminuição da força do jato da urina, entre outros. Quem tem histórico familiar da doença deve avisar o médico, que indicará os exames necessários.

 

Exames

O toque retal é o teste mais utilizado e eficaz quando aliado ao exame de sangue PSA (antígeno prostático específico, na sigla em inglês), que pode identificar o aumento de uma proteína produzida pela próstata, o que seria um indício da doença. Para um diagnóstico final, é necessário analisar parte do tecido da glândula, obtida pela biópsia da próstata.

A Sociedade Brasileira de Urologia recomenda que todos os homens com 40 anos de idade ou mais façam um exame de próstata anualmente, o que compreende o toque retal feito e o PSA. Segundo especialistas, o toque retal é considerado indispensável e não pode ser substituído pelo exame de sangue ou por qualquer outro exame, como o ultrassom, por exemplo.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*