Em outubro, encher o carrinho do supermercado ficou mais caro em 16 das 18 capitais brasileiras pesquisas pelo Dieese

As maiores altas no valor da cesta básica ficaram por conta de: Fortaleza, Vitória, Porto Alegre e Rio de Janeiro, todas acima de seis por cento.

Enquanto as únicas quedas foram registradas em Recife e Natal.

A cesta mais cara do País está em Florianópolis, onde o consumidor gasta, em média, 450 reais pra fazer a compra do mês.

Depois aparecem Porto Alegre, SP e Rio de Janeiro.

Já na outra ponta do ranking está Natal, com a cesta mais em conta, vendida a 330 reais.

No geral, entre os itens que ficaram mais caros em boa parte do País e puxaram as altas, destaque para o tomate e a batata.

Mais Notícia

COMPARTILHAR