A equipe participará da competição nos dias 18,19 e 20 de março em Brasília
A equipe participará da competição nos dias 18,19 e 20 de março em Brasília

Alunos do colégio Koelle, de Rio Claro, conquistaram uma grande oportunidade após vencerem a etapa estadual do Torneio de Robótica, realizado em Araras. Eles se classificaram para o campeonato brasileiro da modalidade, que acontece nos próximos dias 18, 19 e 20 de março em Brasília.

O mérito de participar do torneio nacional veio após a equipe Koelle Pandas ter conquistado o primeiro lugar na categoria “processo de pesquisa”. Além da equipe vencedora, na ocasião, outra equipe da escola, a Koelle Klingons, também participou conquistando o 4º lugar. Ambas equipes contam com alunos de 13 a 16 anos de idade, que foram acompanhados pelos professores orientadores Sergio (Robótica), Sueli (Matemática) e Joel (Ciências).

Entre as apresentações das equipes rio-clarenses do Colégio Koelle, esteve a do projeto com o tema “Trash Trek”, em busca de soluções para o “lixo nosso de cada dia”. De acordo com o colégio, o projeto de pesquisa premiado será em breve divulgado.

O projeto é um aplicativo “Ecopandas”, feito para smartphones e tablets que utilizam o sistema Android. O aplicativo será gratuito e irá possibilitar ao cidadão rioclarense mais informações sobre os resíduos e serviços disponibilizados pela cidade para uma coleta correta, o que implica numa cidade mais limpa, com mais saúde e qualidade de vida. Como participantes do Torneio de Robótica – First Lego League – com o tema “Trash Trek” na categoria pesquisa, a equipe Koelle Pandas, após observações, visitas, palestras, vídeos, filmes e muita leitura, percebeu que a produção do lixo aumenta ano a ano, e que o seu descarte inadequado é um problema mundial, não sendo diferente em nossa cidade.

Embora sejam oferecidos pela prefeitura de Rio Claro, através da Sepladema (Secretaria Municipal de Planejamento, Desenvolvimento e Meio Ambiente), muitos serviços relacionados aos resíduos da cidade, como coleta domiciliar, coleta seletiva, ecopontos, cooperativa de reciclagem, aterro sanitário, entre outros, ainda é comum nos depararmos com descartes inadequados em ruas, terrenos, vias e praças.

(Lucas Neri Com informações Koelle)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*