Equipes de combate à dengue realizaram nebulização no Parque Santa Cândida, nesta segunda-feira
Equipes de combate à dengue realizaram nebulização no Parque Santa Cândida, nesta segunda-feira

A Secretaria Municipal de Saúde informa que o mutirão de combate à dengue, cancelado no último sábado, dia 30, por causa da chuva, acontece hoje, dia 2, no Residencial Prefeito Milton Severino, na zona norte. A ação será realizada das 16 às 19 horas por agentes de controle de endemias da Secretaria Municipal de Saúde.

De acordo com informações divulgadas pela Secretaria de Comunicação Social e Institucional, as equipes da Secretaria Municipal de Serviços Públicos Urbanos e Rurais, parceira da pasta na atividade, já percorreram o bairro no fim de semana recolhendo lixo e entulho. “Como é Carnaval no próximo fim de semana e muita gente viaja, decidimos fazer durante a semana, num horário em que as pessoas estão retornando para casa, depois do trabalho”, comentou a coordenadora do setor de Endemias, Luciana Cristina Bianco. 

Ontem, dia 1, as equipes de combate à dengue realizaram trabalhos de nebulização no Parque Santa Cândida, na região oeste. Hoje a atividade acontece no período da manhã no Jardim Pedras Preciosas.

O último levantamento feito pelo Setor de Endemias aponta que Araras tem nove casos de dengue confirmados este ano (sete autóctones e dois importados das cidades de Foz do Iguaçu/PR e Jardinópolis/SP). Ao todo, 44 suspeitas já foram notificadas na cidade em 2016 – entre elas, além dos casos positivados, há 25 negativos e outras 10 pessoas aguardando resultados de exames laboratoriais para diagnóstico.

 

Lei permite que agentes entrem em casas fechadas

Responsáveis por terrenos e edificações em Araras serão obrigados a manter os imóveis limpos e livres de criadouros de insetos – em especial, do Aedes aegypti – e não poderão impedir a entrada dos agentes da Divisão de Controle de Endemias da Secretaria Municipal de Saúde, sob o risco de serem notificados e multados.

As novas determinações constam da Lei nº 4.838, que dispõem sobre o Programa de Vigilância, Prevenção, Combate e Controle dos mosquitos transmissores da dengue, febre chikungunya e zika vírus.

A legislação institui mecanismos a serem adotados pela Secretaria Municipal de Saúde para combater a transmissão da doença, que incluem multas a infratores que não cumprirem as intimações iniciais, com valores que variam de R$ 500 a R$ 1.000, de acordo com o tipo da infração – leve, média ou grave. Outra medida é a autorização para que os agentes entrem em imóveis particulares onde a permissão não for possível, seja por recusa ou ausência do responsável.

 

Alckmin anuncia os primeiros testes da vacina

 

Durante reunião nesta sexta-feira, dia 29, com a presidente Dilma Roussef (PT – Partido dos Trabalhadores) sobre a campanha “Todos Juntos Contra o Aedes aegypti”, o governador Geraldo Alckmin (PSDB – Partido da Social Democracia Brasileira) disse que os primeiros testes da vacina em humanos começam este mês.

Após uma videoconferência com a presidente Dilma Roussef e os integrantes da campanha “Todos Juntos Contra o Aedes aegypti”, que reuniu agentes estaduais, municipais e a sociedade civil para participar de ações de eliminação de criadouros do mosquito por todo o Estado, o governador Geraldo Alckmin informou que os primeiros voluntários já serão vacinados contra a dengue este mês. “Há anos, O Instituto Butantan trabalha para ter a vacina contra a dengue. A última fase de testes, a 3, nós esperamos agora, em fevereiro, fazer as primeiras vacinações de voluntários no Hospital das Clínicas. Então, pessoas voluntárias vão receber a vacina contra os quatro tipos de vírus em apenas uma dose.”

O anúncio sinaliza o empenho do Governo do Estado de São Paulo na prevenção e combate à doença, que atinge vários Estados brasileiros e outros países.

(MGC com informações da Secom e do Governo do Estado)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*