Para transportar a água os participantes não podiam sair da área demarcada e o transporte foi feito de colher em colher

Em comemoração ao Dia Mundial da Água, a Rio Verde preparou uma série de atividades para reforçar a conscientização de economia de água. Durante o período de 16 a 27 de março, os colaboradores das obras imobiliárias, corporativas e a sede da empresa participaram de ações práticas que reforçaram a conduta adotada pela construtora.

Foi realizada na obra do Plaza Alta, em Araras, uma palestra sobre a importância da água e uma gincana, que teve como objetivo demonstrar os volumes desperdiçados em atividades de nosso cotidiano.

O engenheiro ambiental da Rio Verde, Wellington Vilanova Trombela, explicou que os colaboradores foram divididos em equipes de seis pessoas e como desafio deveriam transportar a maior quantidade de água de um ponto ao outro, minimizando o desperdício, dentro do tempo de 10 minutos. “Para transportar a água os participantes não podiam sair da área demarcada e o transporte foi feito de colher em colher. A equipe vencedora foi aquela que conseguiu transportar o maior volume de água”, explicou.

Outro desafio proposto foi à redução do tempo de banho. Em cada box do vestiário foi disposto um cartaz com o passo a passo para realizar o banho em 3 minutos. “Está é uma ideia que pode ser adotada também nas residências, assim as famílias dos colaboradores que entenderam a importância do desafio serão conscientizadas indiretamente”, explica o engenheiro ambiental. Ações deste tipo são constantes nas obras dos empreendimentos residenciais da construtora nas cidades de Limeira/SP, Americana/SP, Piracicaba/SP, São Carlos/SP, Araras e Rio Claro/SP. Em 2014, a Rio Verde conquistou a certificação AQUA-HQE, tornando-se a primeira empresa do interior paulista a receber o título que atesta a Alta Qualidade Ambiental de seus empreendimentos.

Algumas medidas já adotadas nas obras da Rio Verde foram reforçados na semana da água e visam a economia desse recurso. Ações como o aproveitamento de água proveniente do ar condicionado para limpeza de pisos e a rega de jardins pode gerar economia de 80%. A economia com uso de águas pluviais em vasos sanitários dos vestiários, em uma obra com pico de funcionários, pode chegar a 5%, variando de acordo com o sistema implantado. Reutilizar a água do lava bica e lava rodas, no próprio sistema, pode gerar economia de 70%.  Aproveitar a água dos lavatórios em mictórios pode gerar economia de 90% em descargas. Reutilizar a água da lavagem de betoneiras pode gerar economia de 90%, com a recuperação da água que seria desperdiçada. Usar o redutor de vazão e arejador nas torneiras pode gerar economia de 80% na lavagem de mãos.

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*