SECOM

A Universidade Aberta do Brasil, um dos principais programas do governo federal de formação de professores, está praticamente inviabilizada este ano com o corte da metade do orçamento previsto. A informação foi dada ontem, dia 13, na primeira edição do telejornal da Rede, “Opinião da Cidade”. O programa custa todo ano cerca de 800 milhões, só que depois do reajuste, a verba do MEC (Ministério da Educação) deve ficar em R$ 450 milhões.

De acordo Eber Mariano, coordenador do polo UAB Araras, o mais importante agora é que os alunos não serão prejudicados com este corte do governo. “As universidades federais e estaduais parceiras do polo estão empenhadas em preservar, ao máximo, a qualidade dos programas e dos projetos em andamento”, disse.

Ele explicou ainda que agora, de fato, a readequação é a melhor forma de se manter de acordo com as demandas e, de repente, buscar novas parcerias. “Um exemplo é a articulação da UAB com a UFSCar e a prefeitura de Araras em que formalizamos assinatura de convênio para a oferta do mestrado em gestão de organizações e sistemas públicos”, explica.

Os tutores, por exemplo, temem mais cortes. “Alguns colegas já foram avisados de que não terão suas bolsas renovadas”, afirma Fredo Jr., tutor presencial do curso de Licenciatura em Educação Musical e pós-graduando em Gestão da Educação a Distância.

Segundo ele, o problema é bem mais complexo do que se imagina. “Além da precarização da profissão e dos direitos trabalhistas, os tutores virtuais e presenciais são elementos fundamentais na relação ensino-aprendizagem. É óbvio que a demissão destes profissionais, em menor ou maior proporção vai causar algum tipo de prejuízo aos alunos”, ressaltou.

O programa completa dez anos e contém 95 instituições de ensino que oferecem cursos de graduação e pós-graduação na modalidade de ensino à distância, com polos em 700 municípios. Atualmente, com cerca de 170 mil alunos no país. O governo federal lançou em 2014 um edital que previa abertura de 45 mil novas vagas para a UAB, no segundo semestre deste ano. Mas, até agora, nenhuma foi preenchida por falta de recursos.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*