Bonde será nos mesmos moldes do modelo que foi apresentado na Praça Barão Crédito: Secom
Bonde será nos mesmos moldes do modelo que foi apresentado na Praça Barão
Crédito: Secom

O Decreto Municipal nº 6.212, que autoriza o Poder Executivo a implantar o serviço público de bonde turístico na cidade de Araras, foi publicado ontem, dia 16, na imprensa oficial e também no Diário Oficial Eletrônico.

O projeto, de autoria do Poder Executivo, foi aprovado pela Câmara Municipal e tem como objetivo implantar o serviço para a realização de passeios nos pontos turísticos de Araras e, assim, contribuir para o desenvolvimento do turismo local.

A escolha da empresa concessionária será por meio de concorrência pública. O município não terá custo algum com a manutenção do serviço, que será de total responsabilidade da empresa vencedora do processo. O público pagará tarifa para a utilização do serviço, fixada por meio do preço oferecido pela proposta vencedora.

O texto estabelece que o prazo máximo para a concessão será de 20 anos, prorrogáveis somente com autorização legislativa.

O veículo de passeio turístico terá design dos bondes que circularam no país entre 1940 e 1960, com capacidade de aproximadamente 40 passageiros e dotado de sistema de autofalantes.

“Os passeios de bonde serão um importante atrativo para Araras. Além de conhecer os pontos turísticos, os passageiros também vão saber mais sobre a história da cidade, já que haverá narração durante o percurso. Queremos com isso contribuir ainda mais para o desenvolvimento da cidade, atraindo também pessoas da região e de outras partes do Estado para conhecer o nosso município”, completou o prefeito Nelson Dimas Brambilla.

De acordo com o decreto ficam estabelecidos 2 roteiros fixos e obrigatórios à empresa que vencer a licitação, sendo possível a expansão ou a criação de novos roteiros, mediante a deliberação do Comtur (Conselho Municipal de Turismo de Araras) e autorização da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Geração de Emprego e Renda.

“Este bonde será nos moldes daquele que foi apresentado no ano passado na Praça Barão. Inicialmente, serão estabelecidos dois roteiros fixos que percorrerão a zona urbana e, posteriormente, estenderemos isso também para a área rural”, comentou o secretário de Desenvolvimento, Geração de Emprego e Renda Leonardo Dias.

Produzido artesanalmente, o bonde terá riqueza visual com detalhes que remetem ao início do século passado, quando veículos parecidos se moviam sobre trilhos e debaixo de linhas elétricas. O bonde será adquirido pela empresa que vencer a concessão e oferecerá o passeio com atrativos, mediante cobrança de ingresso para os usuários.

 

Roteiros

 

Dois roteiros deverão ser explorados inicialmente. O primeiro deles com saída do Parque Municipal Fábio da Silva Prado passando pela Praça Barão de Araras, Calçadão, Casa da Cultura, Basílica Nossa Senhora do Patrocínio, Coreto, Fontes Luminosas, seguindo pela  rua Barão de Arary, Mercado Municipal, Igreja Santa Cruz, Avenida Dona Renata, passagem pela Estação Rodoviária Padre João Modesti, Teatro Estadual, segue pela Av. Zurita, passagem pela Câmara Municipal, Ginásio de Esportes e retorna ao ponto inicial no Parque Municipal Fábio da Silva Prado.

O segundo roteiro também terá início no Parque Municipal Fábio da Silva Prado seguindo para a Praça Barão de Araras, Casa da Cultura, Basílica Nossa Senhora do Patrocínio, Coreto, Fontes Luminosas, rua Barão de Arary, Mercado Municipal, Igreja Santa Cruz, Avenida Dona Renata, passagem pela Estação Rodoviária Padre João Modesti, Teatro Estadual, segue pela Av. Zurita, passagem pela Câmara Municipal, Ginásio de Esportes, conversão na Av. Michelin, passagem pelo Centro Cultural Leny de Oliveira Zurita, seguindo pela Avenida Loreto até a Avenida José Pavan, passando pelo Parque Ecológico e Cultural Gilberto Rüegger Ometto e retornando ao Parque Municipal Fabio da Silva Prado.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*