“Completamente abandonada”. Estas são as palavras ditas pelo ex-diretor da Biblioteca Municipal “Martinico Prado”, Jorge Alves de Oliveira, sobre a atual situação do local, na Praça “Doutor Narciso Gomes”, no Centro.

teto 1
Logo na entrada, existe um buraco no teto e abaixo dois cones interditando a área para evitar possíveis acidentes.

Na tarde de ontem, dia 17, Oliveira, que também é professor de língua portuguesa, procurou a redação do Opinião para relatar o estado em que se encontra a biblioteca municipal, afirmando que, por muitas vezes, procurou a Prefeitura, vereadores, além da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas e Secretaria Municipal da Ação Cultural e Cidadania, para cobranças pela reforma, porém sem nenhuma resposta positiva.

ninho
Ninho com ovos de aranha foi encontrado em um dos buracos.

“Quando assumi o cargo de diretor da biblioteca municipal em 2010, fiz várias
mudanças junto a Prefeitura como a compra de novos computadores, cadeiras e mesas para a sala de estudos, entre outras melhorias. Mas no decorrer dos anos seguintes, alguns problemas começaram a aparecer como buracos no teto e logo contatei a administração, porém não fizeram nada a respeito. Com isso, pedi a exoneração do meu cargo”, disse Oliveira, que deixou a ocupação de diretor em 2012. “Até hoje visito o local e vejo que nada foi feito. Há vários buracos no teto que pode cair a qualquer momento, além das umidades formadas devido às chuvas. É um perigo muito grande para nós munícipes que visitamos a biblioteca e também aos funcionários que lá trabalham”, completou.

Já no salão onde se encontram os livros, há outro buraco no teto, inclusive parte do mesmo ainda está cedendo.
Já no salão onde se encontram os livros, há outro buraco no teto, inclusive parte do mesmo ainda está cedendo.
Ex-diretor da biblioteca municipal mostrou também a situação de abandono de alguns quadros antigos, que fazem parte da história.
Ex-diretor da biblioteca municipal mostrou também a situação de abandono de alguns quadros antigos, que fazem parte da história.

A reportagem do Opinião, juntamente ao ex-diretor, esteve no local e constatou várias irregularidades. Logo na entrada, existe um buraco no teto e bem abaixo dois cones interditando a área para evitar possíveis acidentes. No entanto, no mesmo buraco, encontram-se ninhos com ovos de aranhas.

Já no salão onde se encontram os livros, há outro buraco no teto, inclusive parte do mesmo ainda está cedendo. Oliveira mostrou também a situação de abandono de alguns quadros antigos, que fazem parte da história ararense.

sala de estudos
Sala de estudos contam com poucas mesas e cadeiras, algumas em situação de precariedade.

“É muito triste ver a situação de obras como estas. Devido aos buracos, formam muitas goteiras quando chove e esses e outros quadros históricos estão expostos a isso, correndo o risco de estragarem. Lamentável”, comentou o ex-diretor.

Lavanderia
Teto da lavanderia cedeu completamente

Jorge conta que em sua gestão também foram adquiridas 70 cadeiras e mesas para a sala de estudos, porém hoje existem poucas unidades, sendo que algumas em situação de precariedade. Já na lavanderia, o teto cedeu completamente. “Está um horror, quando chove, este local forma uma grande concentração de água”, ressaltou.

Oliveira afirma que os funcionários da biblioteca não têm nenhum envolvimento com a denúncia sobre o descaso e que apenas o poder público é o grande responsável pela situação de abandono do local.

Na tarde de ontem, o ex-diretor afirmou que estaria procurando o Ministério Público para protocolar uma petição relatando a situação. “A Prefeitura disse que iria reformar, mas há meses nada foi feito. Com essa medida que decidi tomar, acredito que este caso será resolvido o mais rápido possível”, finalizou.

 

Outra versão

Questionada sobre o caso, a Prefeitura de Araras, por meio da Secom (Secretaria Municipal de Comunicação Social e Institucional), informou que já foi aprovada a licitação para a reforma geral da Biblioteca Municipal “Martinico Prado”, cujo valor estimado da obra é R$ 192.208,83 – total que poderá ser reduzido após a conclusão do processo. A administração afirmou que a empresa vencedora foi a MG Empreiteira e Construtora Ltda, responsável também pela revitalização e reforma do Centro Esportivo “Ruy Branco de Miranda” (localizado na zona norte da cidade), e que engenheiros já avaliaram o local.

Prefeitura afirma que telhado já foi avaliado por engenheiros e será completamente substituído.
Prefeitura afirma que telhado já foi avaliado por engenheiros e será completamente substituído.

Segundo a própria empresa, serão trocados madeiramento, 100% das telhas e será feita reforma geral no forro, além da higienização (por dentro, a parte que fica voltada para o telhado). O prédio também receberá nova pintura interna e externa.

A Prefeitura ressalta que as afirmações do ex-diretor Jorge Alves são importantes no que diz respeito à necessidade de intervenções no prédio, mas não são pertinentes, pois é público que a administração já tomou medidas há tempos, uma vez que desde abril deste ano anunciou – com ampla repercussão na imprensa local – a decisão de trocar toda a cobertura, abriu a devida licitação, respeitou prazos legais, assinou contrato e aguarda, agora, o início das obras para os próximos dias e sua conclusão no prazo contratual.

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*