Caso foi registrado na Delegacia de Polícia de Araras

Dois bandidos fingiram ser clientes de um motel em Araras para obter êxito em um assalto na última sexta-feira, dia 15. Os criminosos levaram do caixa do estabelecimento R$ 800,00 além de dois rádios comunicadores.

delegacia
Caso foi registrado na Delegacia de Polícia de Araras

Os bandidos chegaram em uma motocicleta, modelo CG Titan de cor preta, e a princípio se apresentaram como clientes, inclusive pedindo para utilizarem um dos quarto disponíveis, a recepcionista entregou a chave ao “casal” e logo após o portão principal do motel abrir os bandidos anunciaram o assalto.

De acordo com o registro policial, baseado no depoimento de uma das funcionárias que estava no momento da ação criminosa, um dos bandidos estava armado com o que parecia um revólver a rendeu ainda na recepção, até que o outro bandido também foi até o interior do motel e rendeu mais algumas funcionárias que estavam na cozinha levando todas até a cozinha.  Ainda de acordo com testemunhas, os bandidos reviraram alguns armários, porém não acharam nada que os interessassem além da quantia do caixa e os rádios comunicadores.

O êxito dos bandidos ainda poderia ter sido evitado, já que durante a rápida ação criminosa um dos funcionários conseguiu se esconder no almoxarifado do estabelecimento e contatar a Polícia Militar, porém os agentes não chegaram a tempo e os bandidos fugiram.


 

Ararense é sequestrado em Porto Ferreira, mas PM frustra extorsão

Policiais militares de Porto Ferreira/SP deram fim ao sequestro de um ararense de 25 anos de idade na última sexta-feira, dia 15. O rapaz foi rendido quando caminhava pela cidade vizinha e passou a noite em poder dos criminosos.

Segundo o registro da ocorrência, o crime foi descoberto depois que a Polícia recebeu a informação de que havia uma vítima de sequestro dentro de uma agência bancária da rua Dona Balbina, no Centro.

A equipe foi até o local e se deparou com um homem de 26 anos sentado na calçada. Ele afirmou que estava aguardando um amigo sair do banco, mas os policiais desconfiaram da atitude e, enquanto um deles ficou vigiando o suspeito, o outro entrou na agência.

No local, o militar conversou com o cozinheiro, que contou como o crime ocorreu. De acordo com ele, o suspeito e dois comparsas o abordaram na noite de quinta-feira, dia 14, quando ele caminhava por uma rua de Porto Ferreira.

Os homens disseram que queriam dinheiro e o levaram para uma casa do bairro Cristo Redentor. No dia seguinte, eles o levaram ao banco para sacar o valor disponível em sua conta e ficaram de vigia.

Diante dos fatos, os policiais deram voz de prisão em flagrante ao suspeito por sequestro, cárcere privado e extorsão. Ele foi levado para a delegacia para o registro da ocorrência e, posteriormente, foi encaminhado para a Cadeia Pública de São Carlos. (com informações g1.globo.com).

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*