Gente & Fatos

 

Por Valentim Viola, colunista, diretor e fundador do Grupo Opinião

 

 

Sucessão Municipal 

Opinião publicou na edição desta 5ª feira a Portaria do TSE-Tribunal Superior Eleitoral- junto com resposta à pergunta que foi feita pela redação do jornal, a respeito do dia que será marcado para realização de um novo pleito municipal. Com certeza, como amplamente veiculado, depois que o Supremo Tribunal Federal, por voto de seu ministro Celso de Mello, manteve decisão do TER-SP a respeito da inelegibilidade de Pedrinho Eliseu, a citada portaria (nº 796, de 24/10/2017) trouxe a público as datas em que seriam realizadas as eleições suplementares em cidades como Araras, iniciando em 14 de Janeiro de 2018 e terminando em 24/06/2018.

 

Sucessão Municipal (2)

Assim, nesta quinta-feira (24), estaríamos a apenas 30 dias para eventual disputa e não há, claramente, tempo material junto à Justiça Eleitoral para marcar outra data em face do pleito de outubro, quando serão escolhidos presidente e vice da República, governadores e vices dos Estados, dois senadores por Estado e deputados federais e estaduais. Não há, segundo fonte digna de crédito junto ao TER-SP, margem para colocar Araras, por exemplo, no calendário eleitoral deste ano por mais boa vontade que se tenha. Assim, a eleição suplementar que está marcada pela Justiça Eleitoral em nossa cidade só vai acontecer ao ano vindouro e muito provavelmente no mês de março/2019, no primeiro domingo desse mês (dia 3) ou, então, no último domingo (31). Ou, talvez em homenagem à nossa Comarca, em 24 de março, dia em que comemoramos a emancipação política e administrativa de Araras. O TRE aguarda uma nova portaria da TSE para só então marcar o pleito de Araras.

 

GENTE & FATOS

Desde a manhã desta 5ª feira, como em todo país, motoristas estavam abastecendo seus veículos diante da escabrosa situação nacional da falta de combustíveis que se avizinha e, certamente, até que esta coluna seja digitada e colocada em nosso site, a gasolina, diesel, e etanol vão evaporar. A situação é dramática e já está causando estragos no governo da união e com muita gente apoiando a ação dos caminhoneiros, conforme se nota nas entrevistas que a Rede Opinião de TV fez durante esta manhã. Mais problemas, mais preocupações e mais nossa economia vai sofrer com alta do dólar e a queda das bolsas…

Realmente, o Brasil passa por um momento muito grave em sua existência.

 

 

 

 

COMPARTILHAR