A Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Geração de Emprego e Renda divulgou nesta sexta-feira, dia 15, que a cidade de Araras já ultrapassou o número de 1.000 ararenses que saíram do trabalho informal e se tornaram microempreendedores individuais.

mei_robson
Com o cadastro no MEI, Robson de Moraes elevou o patamar de sua clínica de reflexologia e massagens terapêuticas

O programa de incentivo a formalização profissional teve início na cidade em agosto de 2012, e garantiu vantagens às microempresas e empresas de pequeno porte do município.

De acordo com os dados da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, no primeiro ano da implantação do MEI (Microempreendedor Individual) em Araras, o programa contou com 80 ararenses cadastrados, com 46 homens e 34 mulheres (52 indivíduos prestadores de serviços e 28 comerciantes). “Quando me tornei um microempreendedor individual, muitas oportunidades e vantagens apareceram. Com a minha formalização, pude trabalhar com mais segurança e meu emprego ficou mais conhecido na cidade. Atendo uma média de 12 clientes diariamente, de Araras e região. As portas abriram de uma maneira incrível”, disse Robson de Moraes, dono da clínica de reflexologia e massagens terapêuticas Podal Pasteur, e aderiu ao MEI em setembro de 2014.

Robson ainda reforça que o apoio do programa de incentivo coordenado pela Prefeitura foi essencial para o sucesso. “O cadastro no MEI foi uma conquista muito importante para o desenvolvimento da minha função. A Prefeitura está de parabéns pela iniciativa, muito positiva e digna. Eu aprovo a ação”, salientou.

Em 2013, o número de formalizações subiu para 421 cadastros com 181 homens e 240 mulheres (278 prestadores de serviços e 143 comerciantes). No ano passado, 433 ararenses saíram do trabalho informal e aderiram ao MEI – registrando um aumento real de 541% em relação à 2012, quando o programa de incentivo foi implantado. Já nos primeiros meses de 2015, 238 novas adesões foram registradas no banco de dados da Secretaria. “O Microempreendedor Individual pode ser considerado o maior movimento de formalização empresarial do mundo. A criação dessa figura jurídica representou a conquista do CNPJ e de direitos previdenciários como aposentadoria e licença-maternidade para milhões de brasileiros”, salientou o secretário Leonardo Dias.

Ele também reforça que a adesão dos microempreendedores individuais é importante para as finanças do município. “Ressaltamos também a importância econômica do MEI para a cidade, não apenas por ser uma porta de entrada para a legalização de diversos empreendimentos, mas por ampliar a arrecadação fiscal e previdenciária”, reforçou.

Sócias do Salão de Beleza Você Bonita aprovam os incentivos aos Microempreendedores Individuais

Segundo a secretaria de Desenvolvimento Econômico, as classes autônomas de vendedores de roupas, cabeleireiros, pedreiros, pintores e mecânicos correspondem a 40% do total de cadastros realizados.

A cabeleireira Ana Paula Ferreira de Souza, sócia do Salão de Beleza Você Bonita, ressaltou a importância da segurança adquirida pelo MEI. “Para mim, a questão da seguridade é a mais importante. Tive um acidente de moto, quebrei a clavícula e precisei ficar 90 dias afastada do emprego. Graças ao auxílio doença pude ficar tranquila e segura. Se estivesse na informalidade, a situação seria muito diferente”, salientou.

Já sua sócia, Paula Zanotti, reforçou que além das vantagens do MEI, ficou muito mais fácil para conseguir empréstimos e ampliar os investimentos. “Com uma empresa correta e em ordem, temos mais facilidade de conseguir empréstimos e podemos investir em melhorias em nosso salão, e consequentemente melhorias para os nossos clientes”, afirmou.

 

Microempreendedores Individuais

Faz parte da categoria de microempreendedor individual o trabalhador que fatura até R$ 60 mil por ano e não participa de outra empresa como titular ou sócio. O MEI também pode ter um empregado contratado que receba o salário mínimo ou o piso da categoria.

Para aderir formalização, as interessadas devem procurar a Sala do Empreendedor, localizada na Rua Barão de Arary, 540, das 8h às 17h. Com os seguintes documentos: RG, CPF, título de eleitor, comprovante de endereço, além do IPTU do imóvel. Se a contribuinte declarar imposto de renda, deve entregar o recibo da declaração, e ainda não possuir dívida ativa com a Prefeitura.

Mais informações e dúvidas sobre o MEI podem ser obtidas pelo telefone 3544-9400. (Com informações da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Geração de Emprego e Renda)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*