A Nova Extreme Administração de Bens, Consultoria e Assessoria Aeronáutica Limitada, da cidade de Campinas/SP, ofereceu R$ 18.000.200,00 milhões a Prefeitura de Araras pela exploração comercial do Aeródromo Municipal “Armando Américo Fachini”. A empresa foi a única a oferecer proposta na concorrência pública ocorrida ontem, dia 24.

Atualmente os documentos estão sendo revistos pela Comissão Permanente de Licitações e se ninguém questionar o processo licitatório o contrato será assinado.

De acordo com Daniel Antônio Silva, responsável legal pela Nova Extreme Administração de Bens, Consultoria e Assessoria Aeronáutica Limitada no pregão Araras será beneficiada também por impostos que serão recolhidos por empreendedores instalados no aeroporto. “A empresa ainda não tem concessão em cidades da região, mas garantimos realizar um grande projeto em Araras”, ressaltou.

O secretario de Desenvolvimento Econômico, Geração de Emprego e renda, Leonardo Dias, afirmou que além do valor da concessão muitos outros empregos ligados à área serão criados em Araras e impostos beneficiarão a cidade.

A concessão é pelo período de 20 anos, podendo ser prorrogáveis por mais cinco anos, obedecidos os preceitos legais e o interesse público, somente para fins exclusivos de recomposição do reequilíbrio econômico-financeiro do contrato.

Os recursos da concessão serão aplicados no desenvolvimento e fomento das infraestruturas “aeroportuária e aeronáutica”, incluindo infraestrutura de acesso viário de Araras. As atividades de navegação aérea relacionadas à operação do aeródromo, assim como as tarifas, a totalidade da área e dos bens necessários à sua execução, não integram o termo.

O Governo Federal no último dia 9, a nova etapa do Programa de Investimento em Logística (PIL), dando continuidade ao processo de modernização da infraestrutura de transportes do país, o anúncio foi feito pela presidente da república Dilma Rousseff (PT – Partido dos Trabalhadores) em cerimônia no Palácio do Planalto. Neste pacote foi autorizada a concessão do aeródromo de Araras.

Em Araras, o aeroporto tem sete hangares, sendo três para garagens, três para  aeroclube e um para a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil), porém toda a manutenção é por conta da administração pública. Com uma pista medindo 1.130m de cumprimento por 30m de largura, que deve ser ampliada para 1.500m, o Aeroporto Municipal é adequado para pousos e decolagens de pequenas aeronaves, além dos 455 mil m² de área livre disponível para o desenvolvimento de novos projetos.

Para o Executivo, com o aeroporto em operação regional e neste âmbito de investimentos, Araras será beneficiada por impostos que serão recolhidos por empreendedores ali instalados. A expectativa é que sejam criados cerca de 2 mil empregos diretos, além da ampliação imediata da pista, com o objetivo de atender a população que esteja a menos de 60 km de distância deste aeródromo, que estará apto ao recebimento de voos regionais, regulares ou não regulares.

Além disso, a concessão deve viabilizar também melhorias como a modernizações e instalações de aparelhamentos com previsão de investimentos em reformas e ampliação da pista principal, construção de pista de táxi (Taxiway), balizamento (luzes de pistas); construção do terminal de passageiros, de base para Bombeiros Aeroportuários, construção de hangares para guarda de aeronaves, implantação de centro comercial e de serviços (com salas de cinemas e auditórios, área de alimentação e outras); estacionamento para veículos, ampliação do pátio de estacionamento das aeronaves, e construção de torre de controle que atenda os padrões da Anac.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*