A ação aconteceu por volta das 9 horas em frente a um prédio localizado na esquina da Rua 14, no Jardim Claret

Júlio Rodrigues de Souza, de 58 anos de idade, foi baleado durante a troca de tiros entre assaltantes e policiais militares em Rio Claro/SP, na manhã de ontem, dia 24, e não resistiu ao ferimento e morreu no início da tarde na Santa Casa da cidade. Ele era de Vinhedo, na região de Campinas.

A ação aconteceu por volta das 9 horas, em frente a um prédio localizado na esquina da Rua 14, no Jardim Claret. Souza. Ele era funcionário de uma transportadora, entregava mercadorias no supermercado em frente ao condomínio e foi atingido por uma bala no queixo. Um policial foi levemente ferido por estilhaços de bala.

O helicóptero Águia da Polícia Militar ajudou nas buscas pelos criminosos, mas ninguém foi preso.

 

O crime

Segundo a polícia, na última quinta-feira, dia 23, algumas pessoas foram visitar um apartamento do edifício que está à venda. Na manhã desta sexta, as mesmas pessoas voltaram para supostamente ver o imóvel e renderam o porteiro.

A PM foi chamada e, quando as viaturas chegaram, começou a intensa troca de tiros. A área não foi interditada e motoristas e motociclistas passavam pela avenida sem saber que corriam risco.

Os suspeitos fugiram em um carro com placas de Curitiba e, pouco depois, a polícia encontrou um veículo abandonado no Jardim Palmeiras com vestígios de sangue. A suspeita é de que o modelo tenha sido utilizado na fuga e que um dos bandidos também tenha sido ferido no tiroteio. Parte da ação foi filmada por um aparelho celular e compartilhada pelas redes sociais e aplicativos.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*