A partir da esquerda - Netinho de Paula, ex-vereador por São Paulo, Brambilla, Breno e o ex-ministro e presidente nacional do PDT Carlos Luppi Crédito: divulgação
A partir da esquerda – Netinho de Paula, ex-vereador por São Paulo, Brambilla, Breno e o ex-ministro e presidente nacional do PDT Carlos Luppi
Crédito: divulgação

Araras sediou no sábado, dia 14, na Câmara Municipal, um encontro do PDT (Partido Democrático Trabalhista), com a presença de lideranças da sigla em âmbito nacional. O maior destaque do evento foi a oratória contundente do ex-ministro do Trabalho, Carlos Luppi, que entusiasmou os participantes. Ele falou sobre a crise política no Brasil e sobre a importância das medidas anunciadas pelo governo interino, que não feriram conquistas da classe trabalhadora brasileira.

O Plenário Bruno Moises Batistella ficou lotado. O evento durou toda a manhã do sábado. O encontro de lideranças do PDT, incluindo o cantor e ex-vereador Netinho de Paula, que também fez uma visita ao Solar Benedita Nogueira e parou a cidade, teve por objetivo saudar a filiação de Breno Zanoni Cortella, que trocou o PT (Partido dos Trabalhadores) pela sigla. O vereador é também pré-candidato a prefeito pelo PDT.

Carlos Lupi, em seu discurso, lembrou Leonel Brizola, que construiu um grande número de escolas quando foi governador do Rio Grande do Sul e os CIEPS quando governou o Rio de Janeiro. “Breno, faça aqui o que Brizola fez em todos os seus governos e o que Brambilla vem fazendo em Araras. Faça de Araras um celeiro de educação em tempo integral”. E continuou, “O dr. Brambilla está dando uma prova do quão generoso ele é com o seu povo. Porque está pegando um jovem para dar continuidade na administração honrada e séria que faz”, disse Lupi.

E de acordo com Breno, ele tem uma importante tarefa política a realizar pelo desenvolvimento econômico e pela boa gestão. “Araras quer ainda mais e eu estou à disposição para discutir com todo o município um plano de governo participativo”, afima.

Sobre o PDT

O PDT (Partido Democrático Trabalhista) foi criado no final da década de 1970 por intelectuais e líderes sociais, capitaneados por Leonel Brizola, ex-governador do Rio Grande do Sul e do Rio de Janeiro e o intelectual Darcy Ribeiro. Em Araras, o PDT vem se reorganizando desde o ano passado. Em Araras, Léo Teodoro Gurnhack é presidente do partido desde o ano passado.

(Talita Carpini)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*