A casa localizada no Jardim das Nações, reconstruída e remobiliada, levou apenas três semanas de obras

A família de Beatriz Silva, morta em abril de 2013, recebeu ontem, dia 19, uma nova casa após ser selecionada no quadro Construindo um Sonho, do programa Domingo Legal, do SBT. A jovem desapareceu a caminho de um salão de beleza e, horas mais tarde, seu corpo foi encontrado em um canavial próximo à zona urbana, na região leste. O caso comoveu a cidade e ganhou repercussão nacional. A Polícia ainda investiga o crime.

O apresentador Celso Portiolli esteve em Araras ontem, dia 19, para gravar a segunda parte do programa (entrega da casa), o material completo será exibido pela emissora no dia 29 de março. No início do mês, a equipe do SBT já havia visitado a família de Beatriz para a gravação da primeira parte do quadro.

Durante a entrega da casa à família, centenas de pessoas lotaram a frente da residência para acompanhar a gravação do programa. Muitos curiosos para ver como ficou a nova casa, que até então estava tampada por uma extensa lona que impedia a visualização.

centenas de pessoas lotaram a frente da residência para acompanhar a gravação do programa

 

O caso Beatriz chegou à produção do programa graças às irmãs Simone Fernanda Elias e Graziela Cristina Elias Nepomuceno, amigas e vizinhas da família, que mandaram um email relatando a situação.

“Tivemos a ideia logo depois que ela faleceu, porque a família não conseguia mais ficar na casa onde morava. A dor da perda era insuportável”, revelou Simone.

A casa localizada no Jardim das Nações, reconstruída e remobiliada, levou apenas três semanas de obras. O novo imóvel foi pago pelo SBT, sem custos à família. Durante este período, Andréa, o marido Rogério e a filha caçula Gabriela ficaram hospedados em um hotel, pago pelo SBT.

 

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*