Durante o feriado, mais de 2,8 milhões de veículos devem circular pelas rodovias paulistas

O movimento nas estradas deve aumentar a partir de hoje, por causa do feriado do Dia da Revolução Constitucionalista, comemorado em 9 de julho no Estado de São Paulo. As concessionárias de rodovias paulistas farão operações especiais durante o fim de semana prolongado. A previsão é que o tráfego de saída fique intenso hoje, das 16 às 23 horas, e das 5 às 14 horas, de amanhã. Já o retorno deve movimentar um maior número de veículos das 14 às 22 horas do domingo.

Durante o feriado, mais de 2,8 milhões de veículos devem circular pelas rodovias concedidas paulistas que têm acesso à Região Metropolitana de São Paulo. A Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) alerta sobre os cuidados em caso de neblina, fenômeno comum nessa época do ano. Quando a visibilidade for prejudicada, o motorista deve reduzir gradualmente a velocidade e manter aceso o farol baixo – tanto de dia quanto à noite. Nunca deve parar na pista ou ligar o pisca-alerta com o veículo em movimento.

Em todas as estradas haverá reforço no monitoramento e manutenção dos equipamentos operacionais das rodovias, comocall box, câmeras de TV, painéis de mensagem, veículos operacionais e em pessoal. Também está previsto o aumento no número de guinchos, ambulâncias e veículos operacionais em geral, além da realização da operação “papa-fila” nos pedágios para facilitar a passagem nas cabines de cobrança manual, quando necessário. Os sites das concessionárias terão disponíveis, em tempo real, as condições de tráfego do trecho administrado da rodovia.

Durante o feriado, mais de 2,8 milhões de veículos devem circular pelas rodovias paulistas
Durante o feriado, mais de 2,8 milhões de veículos devem circular pelas rodovias paulistas

No Sistema Anhanguera-Bandeirantes, a previsão é de 880 mil veículos. O movimento deve ser maior hoje, das 15 às 19 horas, e amanhã, das 9 às 13 horas. No domingo, a previsão é de tráfego intenso das 12 às 21 horas. Na quinta-feira e no domingo, os caminhões que vão pela rodovia dos Bandeirantes sentido capital devem utilizar a Anhanguera no trecho do km 48 ao km 23, entre Jundiaí e São Paulo, com acesso pela saída 48.

Já no sistema Anchieta-Imigrantes, a estimativa é que entre 240 a 310 mil veículos utilizem as rodovias em direção ao litoral paulista, de hoje a domingo. O horário de maior movimento deve ser na manhã de quinta-feira, entre 9 e 12 horas. No sentido São Paulo, os motoristas devem encontrar tráfego mais intenso das 16 às 22 horas de domingo.

 

Segurança

Nesse período do ano em que aumento da incidência de neblina é importante o motorista ficar atento às condições climáticas. A redução de visibilidade provocada pela névoa do fenômeno climático aumenta o potencial risco de acidentes. Em geral, trechos de serra e baixadas (vales) estão mais sujeitos à ocorrência de neblina. Os períodos de maior incidência são o começo da manhã e a madrugada. A Artesp também chama atenção para a importância do uso do cinto de segurança inclusive para os passageiros do banco de trás. Pesquisa da Artesp mostra que 69,4% dos passageiros de bancos traseiros que morreram em acidentes nas rodovias estavam sem cinto de segurança.

 

Boletins de áudio

No portal da Artesp (www.artesp.sp.gov.br) os motoristas e jornalistas encontrarão o novo serviço da Agência com boletins sonoros sobre as condições de trânsito nas rodovias. Eventuais desvios, acidentes, interdições e situações que demandem atenção especial serão noticiadas no Artesp Informa, espaço dentro do site da Agência onde os usuários das rodovias podem planejar suas viagens. Além disso, o conteúdo dos boletins também é livre para download e veiculação em rádios ou outros veículos, funcionando como uma agência de notícias. Os dados são fornecidos pelo Centro de Controle de Informações (CCI) da Agência que controla e fiscaliza as Concessionárias de Rodovias do Estado a partir das imagens das câmeras de monitoramento e de diversos sensores instalados na malha viária. Em feriados e em situações de emergência, a Agência intensifica o monitoramento das operações e da prestação de serviços das concessionárias através do CCI que acompanha toda a movimentação no tráfego e trabalho das equipes de socorro.

 

Emergências

É importante ter em mãos os telefones de atendimento das operadoras das rodovias e da Polícia Militar Rodoviária para eventuais emergências. O serviço de ajuda ao usuário prestado pelas concessionárias de rodovias é gratuito e está disponível 24 horas todos os nos 6,4 mil quilômetros de rodovias concedidas paulistas. O atendimento auxilia desde uma simples troca de pneu até a remoção de vítimas de acidentes e prestação de primeiros socorros.

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*