BrenoO vereador e pré-candidato a prefeito Breno Zanoni Cortella (PT – Partido dos Trabalhadores) deixou a agremiação após 15 anos de militância por “severo desgaste do projeto original” da sigla e acreditar ser melhor se afastar do que não concorda. A carta de desfiliação foi protocolada ontem, dia 11, e a nova sigla ainda não foi divulgada.

De acordo com o vereador, a decisão foi tomada após intensa reflexão. “Foram 15 anos de militância no mesmo partido. Em 2001, aos 16 anos de idade, pouco tempo depois de ter tirado o título de eleitor, achei que precisaria participar da política ativamente. A experiência no grêmio estudantil, minha formação educacional, familiar e cristã, me impulsionavam a fazer escolhas políticas antes mesmo de votar pela primeira vez”.

Breno ressaltou que antes de filiar-se a legenda pesquisou, estudou, consultou amigos, familiares e decidi ingressar no PT. “Começava então uma participação intensa na vida partidária, ajudando a construir a Juventude do PT e, depois, como um de seus dirigentes municipais e vereador desde o ano de 2005. Tenho orgulho em dizer que participei da importante contribuição que o PT deu para a melhoria das condições de vida e da boa gestão pública em Araras, principalmente nos mandatos do prefeito Nelson Brambilla. Também, de participar de um processo de transformações significativas no país, em especial concorrendo ao cargo de deputado estadual, em 2010”.

Em sua carta a imprensa ele afirmou ser grato aos companheiros petistas. “Ocorre que existia um projeto original que está severamente desgastado. Ao lado de muitos militantes e dirigentes, tentei mudar os rumos do partido, lutando internamente. Mas essa luta, hoje, não tem mais sentido. O partido é uma ferramenta e não vejo como dar continuidade à minha trajetória de luta sem me afastar daquilo com que não concordo”.

Breno afirma que quer olhar para o futuro e continuar a ajudar a cidade construindo novos horizontes e ouvindo todo o município, inclusive porque ainda não escolheu qual será sua nova agremiação política. “Mudo de partido, mas continuo onde sempre estive. Na luta por direitos, por justiça, por igualdade, por oportunidades iguais para todas as pessoas, por desenvolvimento sustentável e qualidade de vida. Contra a exploração, o preconceito e a corrupção. E tantas outras bandeiras que defendi e que continuarei a defender. Por isso peço a compreensão de todos e, especialmente, dos militantes do PT em Araras”.

O pré-candidato a prefeito finalizou dizendo que continuo na luta em prol da cidade, defendendo os interesses do município e de seu povo, dentro do grupo político do prefeito Brambilla. “A quem agradeço o apoio e a compreensão. Temos muito a fazer, juntos. Araras mudou e mudou para melhor. Mas o caminho ainda é longo e, embora eu esteja mudando de faixa nessa estrada política, o destino é o mesmo: uma Araras melhor e mais justa”, concluiu.

Breno é o segundo vereador a mudar de legenda este mês, o primeiro foi Francisco Nucci Neto que deixou o PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro) por discordar com os rumos que a agremiação está tomando em Araras.

Ele era filiado ao PMDB desde 1999 e este é seu segundo mandado como vereador pela agremiação pela qual foi vice-prefeito de Araras e também disputou a prefeitura em 2008.

(Maria Gabriela Córnia)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*