SITUAÇÃO

Além dos problemas atinentes aos entulhos que a Municipalidade ararense tem que recolher, igualmente os terrenos particulares com mato alto são uma constante nas reclamações de vizinhos. O ver. José Roberto Bernardo, PSD, conhecido como “Zé da Mix”, de Limeira, está propondo projeto que endurece a lei e deixa mais duras as multas a donos de terrenos que não fazem manutenção em seus imóveis. Hoje a multa é de R$ 660,00 e o edil quer que em imóveis maiores a multa vá até R$ 5,3 mil…

 

“REQUERIMENTOS”

Desde o início da atual legislatura ararense na pauta dos trabalhos, praticamente toda semana, os edis entram com requerimentos tanto os de oposição quanto os da situação, muito mais daqueles do que destes. Faz parte da democracia, realmente, e aos vereadores cabe a eterna vigilância ante o Executivo. Contudo, isso não significa que apenas o atual prefeito, a atual administração podem e devem ser investigados, mas, sim, todos os que ocuparam o mais alto cargo do município. Um exemplo do que deve ser investigado é a situação do asfalto que foi feito em anos anteriores na cidade e que, de alguma forma, não se coaduna com a boa performance que o serviço público exige. Há vários locais onde a pavimentação foi feita sem a devida fiscalização dos poderes Executivo e Legislativo e isso deve ser denunciado pelos atuais vereadores, claro… Assim, também, em outras obras públicas que, como sabido, trazem muitos prejuízos aos cofres públicos… Afinal, o País está passando por mudanças e a transparência é requisito inegociável para a população quando há dinheiro público envolvido…

 

REVISTAS

As principais revistas circularam neste final de semana (carnaval) com os seguintes assuntos. A “Veja”, como esperado, usou o tríduo momesco para chamar a atenção e postou matéria sobre “A Folia dos Radicais”, lembrando que “Com medidas ou declarações disparatadas, os três ministros mais ideológicos de Bolsonaro estão fazendo um carnaval no governo”. Os três ministros são Ricardo Vélez Rodriguez, da Educação, Ernesto Araújo, das Relações Exteriores, e Damares Alves, da Mulher, Família e Direitos Humanos. A revista trata, ainda, dos “Mitos da Previdência”, evidenciando que “Começou a Guerra das Informações para Atrapalhar a Reforma” e, também, a “Crise na Venezuela”, arguindo que “o Brasil deve agir com maturidade para não sair menor do conflito”.

Por sua vez, a “IstoÉ”, igualmente, destacou em sua capa o país vizinho: “Venezuela, até quando vai o caos?”, perguntou, aduzindo que “ a tentativa de levar ajuda humanitária à população oprimida pelo tirano Nicolás Maduro resultou em um inédito e sangrento confronto na fronteira com o Brasil. Agora, uma nova estratégia contra a ditadura chavista se impõe…”.

A revista da Editora Três chama em sua capa para matéria interna: “Guerrilha Virtual. Arenas de patrulhas, de autoritarismos e de linchamentos, as redes sociais beiram o fascismo”.

CÂMARA MUNICIPAL

Como acontece em todos os carnavais com as Câmaras Municipais da região, a sessão de segunda-feira foi transferida para a quarta-feira.

 

EDUCAÇÃO

Foi aprovado por unanimidade na sessão de quarta-feira da Câmara Municipal de Araras o nome da professora Adélia Quintiliano Moreira para a Escola Municipal de Educação Infantil no Conjunto Residencial Professor Prefeito Milton Severino, em justa homenagem à querida mestra que foi uma abnegada em seu tempo, quando a escola pública reinava em nosso País.

Valentim Viola é Fundador e Diretor do Opinião Jornal desde 31 de março de 1969
Valentim Viola é Fundador e Diretor do Opinião Jornal desde 31 de março de 1969
COMPARTILHAR