Um bombeiro aposentado de Pirassununga morreu na última segunda-feira, dia 14, na Santa Casa de Misericórdia de Araras, com suspeita de gripe A (H1N1). As informações são do Portal G1. A reportagem do Opinião Jornal entrou em contato com o hospital, mas até o fechamento dessa edição a informação não havia sido confirmada oficialmente.

A suspeita da doença foi confirmada por telefone pela Vigilância Epidemiológica da cidade e o órgão aguarda os resultados dos exames com amostra enviada ao Instituto Adolfo Lutz para o diagnóstico preciso da causa da morte.

Segundo a Vigilância, o 2º tenente foi internado na Santa Casa de Pirassununga no dia 4 de março relatando insuficiência respiratória. Três dias após a internação, foi levantada a suspeita de H1N1 e o paciente foi encaminhado para o hospital de Araras, onde veio a falecer.

 

Região

No dia 4 de março, uma mulher de 45 anos foi internada em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de Pirassununga com o vírus da gripe A. De acordo com a Vigilância Epidemiológica, foi o primeiro caso confirmado e registrado na cidade.

Mais recentemente, a Secretaria da Saúde de Rio Claro também confirmou o primeiro caso importado da doença. A idade, o bairro e o estado de saúde do paciente não foram divulgados.

 

Vírus

Existem três tipos de vírus influenza: A, B e C. O vírus influenza C causa apenas infecções respiratórias brandas, não possui impacto na saúde pública e não está relacionado com epidemias. Já os vírus A e B são responsáveis por epidemias sazonais, sendo o influenza A responsável pelas grandes pandemias.

Segundo o Ministério da Saúde, idosos, crianças e gestantes possuem maior risco de desenvolver complicações devido à doença e a vacinação é a melhor forma de prevenção. (Com informações g1.globo.com).

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*