Ambos os casos foram registrados na Delegacia de Polícia de Araras

A vítima havia sido levada pela Polícia Militar até o hospital, após ter se envolvido em um desentendimento com vizinho

Conforme boletim de ocorrência, policiais militares relataram que a vítima, Cleber de Sousa Silva, horas antes da morte já havia se envolvido em uma ocorrência policial em que ele e um vizinho teriam se desentendido, na ocasião Cleber tinha ficado com o pé lesionado e aparentava estar alterado, devido ao uso de anfetamina.

Caso foi registrado na Delegacia de Polícia de Araras
Caso foi registrado na Delegacia de Polícia de Araras

Os pms ainda relataram que os mesmos acionaram o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para o socorro de Cleber, que foi levado até a sala de emergência no hospital. No entanto, em determinado momento, a vítima se levantou da maca e saiu correndo pelos corredores do local.

O registro ainda consta que Cleber conhecia o prédio, já que ele era auxiliar de enfermagem e já havia trabalhado no local. O homem, alterado, foi até o elevador e subiu até o terceiro andar, onde fica a ala da pediatria e chegou a forçar uma porta de madeira, que é protegida por acesso eletrônico. Após isso correu por todo o corredor e estourou um vitro de uma janela, no entanto, assustado com os gritos das pessoas que estavam na área correu até um quarto.

No quarto 111, Cleber foi até o banheiro, usou o sanitário para ter acesso a outro vitro, que ele também quebrou, e então caiu da altura do terceiro andar. A vítima chegou a ser socorrida pelos funcionários do hospital, mas não resistiu a queda e morreu.

Relatos não oficiais, disseram que a vítima relatava que estaria sendo perseguida por alguém, o que é comum em casos de surtos e psicoses por doenças ou uso de substâncias entorpecentes, relatou um policial. Porém, oficialmente até o momento não haviam registros oficiais de que o homem teria dito isso, ou até mesmo de que ele tinha intenções de se matar.

Lucas Neri

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*