Erica de Queiroz e Vanderlei Ribeiro Cândido foram assassinados a tiros no final do ano passado

Além da esposa, o indiciado também matou um outro homem por suspeitar que ambos teriam um caso

Erica de Queiroz e Vanderlei Ribeiro Cândido foram assassinados a tiros no final do ano passado
Erica de Queiroz e Vanderlei Ribeiro Cândido foram assassinados a tiros no final do ano passado

vanderleiUm homem de 39 anos foi preso por homicídio qualificado na manhã de sábado (5), após a Justiça expedir um mandado de prisão em seu nome. O indiciado confessou o assassinato de sua esposa Erica de Queiroz (38) e de Vanderlei Ribeiro Cândido (48) no final do ano passado, alegando que o crime havia sido cometido em legítima defesa.

Segundo as investigações, o assassinato foi motivado por uma suposta traição conjugal. O homem foi encaminhado para a Cadeia Pública de Pirassununga, onde aguardará julgamento.

O crime

Erica de Queiroz (38) e Vanderlei Ribeiro Cândido (48) foram assassinados a tiros no final de novembro de 2016. O crime aconteceu na fazenda Montevideo, onde a dupla trabalhava.

De acordo com uma testemunha, Vanderlei foi até uma sala onde Erica estava para buscar uma bota. Nesse momento, a testemunha ouviu os disparos e pela janela acabou avistando um homem com a arma em punho, instantes antes de ouvir os gritos de Érica pedindo para que o autor não atirasse. Após isso, viu o suspeito fugindo em alta velocidade em uma motocicleta de cor prata.

Guardas municipais rurais foram os primeiros a chegar à cena do crime, no entanto, perceberam que as vítimas já tinham entrado em óbito, antes mesmo da chegada dos socorristas do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Ambas as vítimas eram casadas, sendo Erica mãe de um garoto e uma garota.

Na época, o indiciado se apresentou na Delegacia de Polícia Civil de Araras dois dias após o homicídio e confessou o crime, no entanto, na companhia de seu advogado, acabou deixando o local pela porta da frente.

O assassino afirmou que os homicídios aconteceram em legítima defesa, já que quem estaria com a arma de fogo usada no crime seria a vítima, Vanderlei Ribeiro Cândido, de 48 anos, que após ser desarmado teria sido alvejado por sua própria pistola.

De acordo com a Polícia, o suspeito confessou o crime enfatizando que o motivo do desentendimento entre ele e as vítimas teria se originado por conta da suspeita de uma traição conjugal. O autor também disse estar arrependido de ter cometido o assassinato.

Questionado sobre o paradeiro da arma do crime, o autor alegou que jogou a arma em um matagal, além também de uma faca que estaria com ele no momento do crime, porém, os investigadores da Polícia foram até o local apontado e encontraram apenas a faca.

Giovanna Peterlevitz

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*