Cresce o número de brasileiros endividados

Levantamento do Serviço de Proteção ao Crédito e da CNDL, entidade que reúne os lojistas, aponta que, em outubro, cerca de 62 milhões e 900 mil pessoas estavam com o nome sujo.

Foi o décimo terceiro aumento seguido e a alta chegou a mais de quatro por cento, na comparação com o mesmo mês do ano passado.

Os responsáveis pela pesquisa deixam claro que apesar da melhora de indicadores econômicos, como a queda da inflação e dos juros, as famílias brasileiras ainda enfrentam muitas dificuldades por conta do desemprego.

E recomendam que quem está no vermelho e tiver essa condição aproveite o décimo terceiro para negociar e limpar o nome.

Ainda sobre outubro, destaque negativo para as dívidas bancárias, como aquelas com cheque especial, cartão de crédito e empréstimos. Que avançaram quase oito por cento.

Mais Notícia

COMPARTILHAR