Obras visam modernizar sistema de tratamento de esgoto
Obras visam modernizar sistema de tratamento de esgoto

As obras lineares para a implantação de interceptores em trechos descontínuos e também a construção de uma Estação Elevatória de Esgoto – EEE no município foram iniciadas nesta semana. O prazo para conclusão das obras está previsto para daqui a nove meses.

Segundo informações da Baseplan Construtora Ltda EPP, empresa contratada, cerca de 21 funcionários estão trabalhando no local. Para a obra, estão sendo utilizados: 4 caminhões basculantes, 2 escavadeiras hidráulicas, 1 pá carregadeira e 1 retroescavadeira.

Neste início das obras, já está sendo realizada a terraplanagem para a estação elevatória e o assentamento de tubos de concreto próximo ao Jardim Alvorada.

A ordem de serviço foi assinada no dia 2 de março e autorizada mediante documentação encaminhada à Caixa Econômica Federal, já que para a realização da mesma será utilizada verba do Governo Federal.

Para Felipe Beloto, presidente do Serviço de Água e Esgoto do Município de Araras – Saema, este é um momento de conquista. “Finalmente conseguimos viabilizar o projeto para realização das obras. No que depender de nós, estaremos acompanhando o trabalho para garantir que o prazo estabelecido para a conclusão seja cumprido”, disse.

 

Obra

A obra compreende a construção de 200 metros do chamado Interceptor Arary, na Fazenda São Vicente, na zona norte. O interceptor possui tubos de 400 milímetros de concreto armado, numa extensão de cerca de 200 metros. Com vazão de 50,32 litros por segundo, esse interceptor será o responsável pela coleta do esgoto captado por meio de outro emissário que já está instalado atrás da propriedade, e vai conectá-lo à rede principal, sob a Avenida Fábio da Silva Prado.

Também integra a ordem de serviço a implantação da Linha de Recalque Norte, sob a Avenida Fábio Prado, com a instalação de três válvulas ventosas. Além disso, um emissário de esgoto da margem esquerda da avenida Dona Renata, que terá início no cruzamento com a Fábio Prado e segue rumo à zona leste, por 5.374,94 metros, até chegar à Estação de Tratamento de Esgoto.

Esse emissário será feito de tubos corrugados em PEAD (Polietileno de Alta Densidade) com diâmetros de 450 mm, 600 mm e 750 mm, contando com 73 poços de visita (PVs), além de um sifão invertido na chegada da ETE (para transposição do Ribeirão das Araras). O serviço terá investimento no valor de R$ 6.186.453,98 milhões.

(Com informações Saema).

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*