Candidatos devem se inscrever exclusivamente pela internet. (Foto: Ilustrativa)

Programa oferece créditos para estudantes cursarem o ensino superior em universidades privadas.

As inscrições do Novo Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) para o primeiro semestre de 2018 já estão abertas e o prazo segue até o próximo dia 28. Os interessados podem se inscrever por meio do site fiesselecao.mec.gov.br. O programa oferece créditos para estudantes cursarem o ensino superior em universidades privadas.

Segundo o Ministério da Educação (MEC) são ofertadas 155 mil para os primeiros seis meses do ano. Para poder concorrer, o candidato deverá cumprir por antecipação os seguintes requisitos: ter participado de uma das edições do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) a partir de 2010, com média igual ou superior a 450 pontos, e obtido nota maior que zero na redação.

O resultado será publicado no dia 5 de março em chamada única. Os candidatos não convocados poderão manifestar interesse por lista de espera entre 6 e 30 de março.

Modalidades do Fies

O novo Fies tem duas modalidades:

  • Fies: Candidatos cuja renda familiar per capita seja de até 3 salários mínimos. Nesse tipo de financiamento, o pagamento será feito com juros zero;
  • P-Fies: Candidatos cuja renda familiar per capita esteja entre 3 e 5 salários mínimos. Nessa modalidade, o financiamento é feito por condições definidas pelo agente financeiro operador de crédito (banco).

Caso o estudante se encaixe nessa faixa de renda, só poderá participar do P-Fies se não houver vaga para o curso desejado na primeira modalidade.

Pagamento

Os candidatos aprovados no Fies, que tenham renda familiar per capita de até 3 salários mínimos, deverão pagar durante o curso, mensalmente, uma taxa de coparticipação. Após a conclusão da graduação, o estudante quitará a dívida de acordo com sua realidade financeira. A parcela a ser paga por mês dependerá de sua renda.

Notas de corte

Todos os dias, até o encerramento das inscrições, o sistema do Fies informará a nota de corte parcial de cada curso que participa do programa. Ela é calculada com base no desempenho no Enem de todos os inscritos e o número de vagas disponível.

O candidato pode usar essa nota de corte como referência para escolher um curso em que tenha mais chance de ser aprovado. É possível mudar a opção de graduação até o dia 28 de fevereiro.

Outras notícias

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*