Na primeira participação do Leão da Paulista no torneio, gol do atacante Tom garante classificação à segunda fase

Noite Memorável. A partida contra o Rio Branco-AC, na noite desta terça-feira (6), já era histórica por ser a primeira da Inter de Limeira na Copa do Brasil. E ficou ainda mais marcante com a classificação para a segunda fase. Diante de 3.664 torcedores no Major Levy Sobrinho, coube ao atacante Tom deixar a festa completa e definir a vitória por 1 a 0 com gol no fim do primeiro tempo. A vaga para encarar a Ponte Preta na sequência do torneio é do Leão da Paulista!

PRÓXIMO PASSO

A classificação da Inter de Limeira marca um encontro paulista na próxima fase. Pela frente, o Leão da Paulista terá a Ponte Preta. Segundo o regulamento, a Macaca, por estar melhor ranqueada, joga em casa, no Majestoso. A disputa também será em jogo único. Em caso de empate, a definição vai para os pênaltis.

AGENDA

Embalada pela conquista na Copa do Brasil, a Inter volta a campo na sexta-feira para enfrentar o Nacional, às 20h, em busca da reabilitação após duas derrotas seguidas na Série A2, novamente no Major Levy Sobrinho.

RENASCIMENTO

O feito inédito e inesquecível é mais um passo para a Inter de Limeira recuperar seu espaço no cenário estadual – e também nacional. Primeira campeã paulista do interior, em 1986, o Leão da Paulista passou anos sombrios. O renascimento começou na última temporada, com o acesso para a Série A2 e o vice da Copa Paulista. Agora, o objetivo da equipe é chegar à elite estadual e chegar o mais longe possível na Copa do Brasil.

O JOGO

A Inter entrou em campo precisando da vitória para avançar. Já para o Rio Branco, o empate bastava. A situação poderia ficar ainda pior para um lado e melhor para o outro se Mateus, logo aos 16 minutos, convertesse o pênalti a favor dos visitantes. Mas ele mandou por cima.

O lance deu novo ânimo ao Leão da Paulista, que abriu o placar quando Vinícius Pedalada cruzou, e Tom desviou de cabeça na segunda trave, aos 39 minutos.

Em um segundo tempo morno, a Inter procurou administrar a vantagem. O Rio Branco-AC pouco ameaçou o gol de Rafael Pin. O único momento em que a torcida da Inter respirou fundo foi quando Patrick apareceu na cara do gol e errou o alvo. Após seis minutos de acréscimos, a apreensão se transformou em euforia pela vaga histórica.

A GRANA DO JOGO

O público de 3.664 pessoas proporcionou uma renda de R$72.260.

Outras notícias

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*