Maraysa era moradora de Pirassununga e possuía familiar em Araras Crédito: reprodução Facebook
Maraysa era moradora de Pirassununga e possuía familiar em Araras
Crédito: reprodução Facebook

Uma jovem de 25 anos de idade foi encontrada morta na zona rural de Araras. O corpo de Maraysa Daiane Ignácio Carneiro foi achado em um canavial nas proximidades da represa Água Boa, entre Araras e Rio Claro, na noite da última segunda-feira, dia 4. O assassinato da jovem já é o 9º em 2016 na cidade.

De acordo com informações da Polícia Civil de Araras, a mulher foi achada com escoriações pelo corpo, além de uma “significativa lesão na cabeça”, que apontam que teria entrado em luta corporal com o assassino antes de sofrer o provável golpe mortal na cabeça. A provável arma do crime não foi encontrada nas proximidades do local.

Próximo ao corpo da vítima estava sua carteira de passe de ônibus, que a identificou e também levantou suspeitas de que ela estaria grávida, já que o passe é específico para gestantes e tem validade até dezembro de 2016.

Informações familiares apontaram que a mulher, que é moradora de Pirassununga/SP, possuía uma irmã em Araras, que inclusive identificou o corpo de Maraysa. A vítima tinha quatro filhos.

A Polícia Civil trabalha com a hipótese de que o assassino possa ser um homem. Além disso, a polícia pede o auxílio da população e testemunhas que possam ter visto Maraysa entrar em algum carro nas proximidades da Rodoviária de Araras. As denúncias podem ser feitas anonimamente pelos números 190, 153 ou 197.

(Lucas Neri)

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*