Suzane von Richthofen não será submetida a um exame psiquiátrico para decidir sobre a concessão do regime aberto

O pedido foi feito pelo Ministério Público, mas, a juíza Wania Regina da Cunha, da Vara de Execuções Criminais de Taubaté, considerou desnecessário.

Com isso, a interna da penitenciária 2 de Tremembé pode ganhar a liberdade já nos próximos dias.

Suzane von Richthofen cumpre pena no regime semiaberto desde 2015 e tem, por conta disso, direito a cinco saídas temporárias no ano. Ela foi condenada em 2006 pela morte dos pais.

Mais Notícias

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*