Congresso norte-americano deve enfrentar uma nova “guerra” contra o fim da internet livre em abril

A Comissão Federal de Comunicações, espécie de Anatel no país, vai registrar um documento com as medidas aprovadas em dezembro do ano passado.

Depois, tem 60 dias para começar a valer. O princípio da neutralidade diz que todo o tráfego da internet seja tratado de forma igualitária por operadoras de internet fixa e móvel.

Sem ela, as empresas podem, entre outras coisas, aumentar ou diminuir a velocidade da internet entregue aos usuários e controlar o acesso de alguns determinados sites, aplicativos ou serviços online.

Grandes operadoras, terão mais autonomia para gerenciar o tráfego da rede e cobrar distintamente os usuários.

Por exemplo, consumidores que quiserem ter acesso a serviços como Whatsapp, Skype, redes sociais ou visualização de vídeos, por exemplo, terão que pagar valores prefixados.

O FCC diz que, este sistema oferecerá mais transparência ao usuário, pois, desta forma, poderão decidir o quanto querem pagar. Em Portugal, o princípio da neutralidade da rede já foi quebrado. As informações são do portal The Verge e da agência de notícias Reuters.

Mais Notícias

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*